Notícias

Peixe-Napoleão: o protetor em perigo de extinção

O Cheilinus undulatus é um importantes defensor dos recifes de coral. Ele, no entanto, não encontra defesa contra a pesca predatória.

Redação ((o))eco ·
16 de outubro de 2014 · 7 anos atrás

Peixe-napoleão ([i]Cheilinus undulatus[/i]). Foto:
Peixe-napoleão ([i]Cheilinus undulatus[/i]). Foto:

O peixe-napoleão (Cheilinus undulatus) é o maior dos peixes da família dos bodiões (peixes marinhos capazes de mudar de sexo na puberdade), capaz de atingir até 2 metros de comprimento. A espécie é típica dos recifes de coral e habitats costeiros na região tropical do Indo-Pacífico. É fundamental à saúde (e defesa) dos recifes de coral, já que sua dieta inclui espécies que predam os corais, como as estrelas-do-mar-coroa-de-espinhos. Infelizmente, o napoleão não desfruta de proteção contra as práticas de pesca predatória humanas: sua maior ameaça é a sobrepesca para atender o comércio de peixes vivos que predomina no Sudeste Asiático, que o valoriza como um prato de luxo. Esta exploração reduziu a população da espécie pela metade nos últimos 30 anos e não há sinais de melhora, especialmente se considerado com o crescimento deste mercado. A Lista Vermelha de Espécies Ameaçadas da IUCN classifica a espécie como ‘Em Perigo de Extinção‘.

 

 

Leia TambémBonobos: nome engraçado, destino nem um pouco
Mabecos em disparada pela sobrevivência
A inocência do leão-marinho-das-Galápagos
Rabo-de-palha-de-bico-laranja: escondido na ilha

 

 

 

Leia também

Notícias
26 de novembro de 2021

Informação obtida via LAI revela que MCTI recebeu dados do desmatamento em 1º de novembro

Ministro Marcos Pontes disse que dados não foram publicados antes da Conferência do Clima porque ele estava de férias. Agenda oficial registra férias entre 8 e 19 de novembro

Notícias
26 de novembro de 2021

Jornalismo digital brasileiro se une em campanha de financiamento

Ação reúne 26 organizações com objetivo de arrecadar doações para fortalecimento do jornalismo digital de qualidade

Reportagens
26 de novembro de 2021

MPF pede anulação da Licença de Instalação do Linhão Tucuruí na terra Waimiri Atroari

Ação aponta que União e a Transnorte agem ilegalmente no licenciamento da obra. Autossuficientes em energia elétrica, os Waimiri Atroari são contra o empreendimento e sentem “a floresta sangrar”

Mais de ((o))eco

Deixe uma resposta