Notícias

Pegou leve

O Ministério Público Federal determinou que o Ibama reavalie 487 autuações ambientais feitas em São Paulo. De acordo com o MPF, elas foram brandas demais, mal elaboradas e dão margens a questionamentos diversos. No auge das reclamações estão as autuações realizadas em diversas construções irregulares próximas aos reservatórios das usinas de Água Vermelha e de Ilha Solteira, em áreas de preservação permanente. Para o MPF, em muitos casos o Ibama não deveria apenas aplicar multas, mas apreender, suspender ou até demolir as edificações, além de atuar pelo reparo efetivo dos danos ambientais causados. O instituto tem 120 dias para tomar as providências.

Carolina Elia ·
8 de agosto de 2007 · 15 anos atrás

Leia também

Reportagens
17 de maio de 2022

Amazônia tem mais de 425 mil famílias sem energia elétrica

Brasil avança na universalização da energia, mas população de áreas remotas da Amazônia ainda demandam acesso à eletricidade. Pandemia atrasou cronograma

Notícias
17 de maio de 2022

Para beneficiar pecuária, Acre reduz em até 80% imposto sobre comercialização de gado

ICMS a ser pago por pecuaristas acreanos cai de 12% para 2,4% na venda para alguns estados. Medida pode resultar em mais desmatamento, diz pesquisadora

Análises
17 de maio de 2022

Oportunidades e desafios para a implementação do Código Florestal brasileiro

A lentidão na implementação do Código Florestal representa o desperdício de uma valiosa oportunidade de transformar o uso da terra no Brasil

Mais de ((o))eco

Deixe uma resposta