Reportagens

Vítimas do fogo em zona de floresta

Um incêndio criminoso no entorno de parque estadual no Espírito Santo queima 50 hectares de vegetação nativa e vitima tamanduás e pacas, como mostra vídeo. As imagens são chocantes.

Redação ((o))eco ·
13 de outubro de 2008 · 14 anos atrás

O vídeo acima foi gravado pela equipe do Parque Estadual de Itaúnas (ES) na semana passada, quando um incêndio de grandes proporções destruiu 30 hectares de vegeteção nativa. A paca foi salva e recebeu tratamentos, mas não resisitiu. Este foi o relato enviado pela consultora de educação ambiental do parque, Luciana Veríssimo. 

 
“Agora é época de incêndios, semana retrasada fizemos a maior campanha de educação ambiental” em todas as comunidades do entorno do Parque com Palestra de Incêndios Florestais e distribuímos 700 mudas nativas…e depois de uns quinze dias…fogo… 

 
Vou dar uma breve descrição:
 
– O incêndio ocorreu na área de amortecimento do Parque Estadual de Itaúnas (…).
 
De mata nativa, estimamos 50 hectares queimados. Anteontem foi um tamanduá com as patas queimadas, mas cuidamos e conseguimos soltar. E ontem esta paca que estava prenha…com face totalmente queimada, olhos tb…e por baixo tudo queimado. Morreu de parada respiratória. Ainda não estimamos a perda de biodiversidade na área afetada, esta com árvores centenárias como Angelim Pedra e Ipês”.” 
 
 
 
 

Leia também

Reportagens
6 de dezembro de 2022

JBS, Marfrig e Minerva não estão em conformidade com lei europeia anti-desmatamento, mostra estudo

Regulação, aprovada na madrugada desta terça-feira (6), proíbe a entrada no mercado Europeu de commodities produzidas em áreas desmatadas após dezembro de 2020

Salada Verde
6 de dezembro de 2022

Pressão do agronegócio impossibilita recenseamento do IBGE em Mato Grosso

Situação foi revelada pela coluna de Míriam Leitão, em O Globo. Em ranking divulgado pelo Instituto nesta terça, estado ocupa último lugar no ranking de recenseamento

Salada Verde
6 de dezembro de 2022

Últimos dias para se inscrever no Prêmio Meros de Conservação da Biodiversidade Marinha

Premiação quer dar visibilidade às iniciativas brasileiras de conservação do Oceano. Inscrições terminam nesta sexta-feira (09)

Mais de ((o))eco

Deixe uma resposta