Reportagens

Público envia relatos de queimadas

Leitores de ((o))eco registram em fotos o drama das queimadas em Brasília e dentro de parque nacional no Maranhão.

Redação ((o))eco ·
8 de setembro de 2010 · 11 anos atrás

Nesta quarta-feira, o governo federal decretou estado de emergência em 14 estados e no Distrito Federal em função do grande número de focos de calor. Estão na lista os estados do Amapá, Amazonas, Ceará, Maranhão, de Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Rondônia, Roraima, do Pará, Piauí, Tocantins, da Bahia e de Goiás e Minas Gerais. Com o decreto, os estados podem contratar brigadistas para combater o fogo sem necessidade de licitação. A portaria com a lista foi publicada na segunda-feira (6) no Diário Oficial da União.

Recebemos em ((o))eco fotos de leitores atentos ao drama das queimadas no Brasil. Os relatos também foram enviados ao mapa coletivo Chega de Queimadas, que permite pessoas de todo Brasil informarem sobre incidentes com fogo e fumaça. João Morita, em Carolina, Maranhão, registrou a área queimada dentro do Parque Nacional Chapada das Mesas na terceira semana do mês de agosto.

Na primeira foto, uma perdiz no meio da área queimada,
 

Leia também

Notícias
20 de outubro de 2021

Desmatamento na Amazônia já chega a quase 9 mil km² em 2021, mostra Imazon

Somente em setembro foram destruídos 1.224 km² de floresta, área equivalente a mais de 4 mil campos de futebol por dia. Números sãos os maiores em 10 anos

Salada Verde
20 de outubro de 2021

Em comemoração de seus 10 anos, Onçafari lança concurso de fotografia

Fotógrafos profissionais e amadores podem se inscrever até o dia 14 de novembro. Vencedores terão a oportunidade de fotografar a fauna e flora existentes na sede da Onçafari, no Pantanal

Notícias
20 de outubro de 2021

INPE não tem recursos garantidos para pagamento de água e luz até final do ano

Destinação de R$ 5 milhões pela AEB deu um respiro ao Instituto, mas órgão ainda aguarda verba de outras fontes para honrar despesas de funcionamento até dezembro

Mais de ((o))eco

Deixe uma resposta