Reportagens

Álvaro Dias promete investir 20 bilhões por ano em esgoto

Inspirado em Juscelino Kubitschek, o programa de governo do candidato do Podemos planeja gastar em saneamento básico, mas não diz de onde tirará o dinheiro

Daniele Bragança ·
5 de outubro de 2018 · 3 anos atrás
O candidato do Podemos, Álvaro Dias. Foto: José Cruz/Agência Brasil.

Até sexta-feira (05), ((o))eco publicará textos sobre as propostas ambientais dos candidatos à presidência da República. Neste artigo, analisamos o programa protocolado no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e as declarações públicas sobre o tema de Álvaro Dias, candidato do Podemos.

***

O programa de governo do candidato do Podemos é inspirado no plano de metas de Juscelino Kubitschek e apresenta 19 metas ao todo. A expressão meio-ambiente (com hífen) aparece três vezes no texto. Aparece como diretriz do projeto “Tecnologia como aliada para preservar o meio-ambiente” e em duas citações genéricas. Uma na página 5, ao falar sobre crescimento econômico que deverá ser alcançado “sem negligenciar um olhar atento à interiorização e ao meio-ambiente (sic) e na página 8, ao se afirmar que o meio ambiente “não pode ser negligenciado e desenvolvimentos tecnológicos devem ser utilizados para a sua preservação”.

Como é de se esperar em um programa tão econômico em palavras e metas, não há qualquer menção à bioma, desmatamento ou temas específicos, como Acordo de Paris.

A proposta mais ambiciosa, das cinco metas apresentadas para a área ambiental, é o investimento de 20 bilhões ao ano para investir em esgoto tratado. De onde viria o dinheiro, o candidato não diz, nem detalha sobre o modelo de gestão, eventual mudança no marco regulatório, parcerias com setor privado, nada.

Outra proposta é a proteção dos mananciais e replantio de matas em 3500 municípios, o que corresponde a 63% dos municípios brasileiros.

O candidato também pretende cultivar uma “gestão produtiva dos cursos d’água e aquíferos” e a “preservação e aproveitamento integral dos biomas nacionais”, além do cumprimento do plano RenovaBio (créditos para descarbonização).

 

Saiba Mais

Plano de governo – Álvaro Dias

Leia Também 

Proposta de Amoêdo prevê fim dos lixões em todo o país

Se eleito, Henrique Meirelles promete priorizar saneamento básico

Marina propõe integrar políticas para reduzir emissões

 

 

  • Daniele Bragança

    É repórter especializada na cobertura de legislação e política ambiental. Formada em jornalismo pela Universidade do Estado d...

Leia também

Reportagens
3 de outubro de 2018

Marina propõe integrar políticas para reduzir emissões

Desenvolvimento sustentável com pouco destaque para proteger biodiversidade. Rede e PV enfatizam redução na emissão de gases, mas não cita ações voltadas para os biomas nacionais

Reportagens
3 de outubro de 2018

Se eleito, Henrique Meirelles promete priorizar saneamento básico

Candidato do MDB afirma que conta com a participação do setor privado para melhorar os índices de saneamento e afirma que cumprirá Acordo de Paris

Reportagens
4 de outubro de 2018

Proposta de Amoêdo prevê fim dos lixões em todo o país

Plano de governo do candidato à presidência do Novo também propõe levar saneamento básico para todos os brasileiros, e confia que parcerias privadas dariam conta do desafio

Mais de ((o))eco

Deixe uma resposta

Comentários 1

  1. Ebenezer diz:

    Considero um bom candidato, mas vai ficar é no Senado mesmo