Salada Verde

Discurso atrapalhado sobre Bom Futuro

Os planos para a tardia regularização fundiária na Floresta Nacional do Bom Futuro (RO) devem sair do papel a partir de novembro, com a colocação de barreiras nas estradas clandestinas para impedir a circulação dos invasores. É o que prevê o Instituto Chico Mendes. Só que esses projetos podem estar novamente ameaçados pelas pressões políticas sobre o governo federal. Na semana passada, o senador Expedito Junior (PR-RO) comentou o quão satisfeito estava com as declarações do ministro Carlos Minc sobre a elaboração de um zoneamento agroecológico “para consolidação da área sul da Floresta Bom Futuro”. O parlamentar, junto com outros figurões de Rondônia, entendeu que o Ministério do Meio Ambiente vai mesmo ser benevolente com 20 anos de invasões na Floresta Nacional, onde servidores do órgão federal mal podem transitar por causa de ameaças de morte.

Salada Verde ·
13 de outubro de 2008 · 15 anos atrás
Salada Verde
Sua porção fresquinha de informações sobre o meio ambiente

Leia também

Reportagens
21 de fevereiro de 2024

Sem a Fundação Zoobotânica, RS completa 10 anos sem divulgar lista de espécies ameaçadas

Sob críticas de ambientalistas e sem interessados, governo do estado insiste na concessão privada das instituições que eram coordenadas pela FZB

Notícias
21 de fevereiro de 2024

MS: lei do Pantanal entra em cena com seca histórica do Rio Paraguai

Normativa restringe atividades produtivas e protege formações naturais buscando associar desenvolvimento e conservação

Notícias
20 de fevereiro de 2024

Novos dados confirmam que destinação do lixo piorou sob Bolsonaro

Gestão recebeu 24,4% de resíduos despejados inadequadamente e entregou percentual de 26,2%; estabelecimentos inadequados saltaram de 72,2% para 77,6% do total

Mais de ((o))eco

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.