Salada Verde

23 milhões de animais foram mortos na Amazônia, diz estudo

A mortandade de animais aconteceu no período de 1900 a 1970. Pesquisa revela também que os animais mais abatidos foram os aquáticos.

Sabrina Rodrigues ·
13 de outubro de 2016 · 5 anos atrás
Salada Verde
Sua porção fresquinha de informações sobre o meio ambiente
A onça pintada foi um dos animais mortos para a obtenção de pele para a moda internacional nos anos 50, 60. Foto: Mário Dias/Flickr.
A onça pintada foi um dos animais mortos para a obtenção de pele para a moda internacional nos anos 50, 60. Foto: Mário Dias/Flickr.

Um estudo inédito e aprofundado realizado por pesquisadores brasileiros e publicado na revista Science Advances concluiu que cerca de 23 milhões de animais foram mortos na Amazônia entre 1900 e 1970. Tal mortandade tem como responsáveis a procura por animais para a obtenção de couro e pele. A busca pela obtenção do couro e de peles alcançou o seu protagonismo em função da queda do primeiro ciclo da borracha, a partir de 1912, em que foi preciso substituir a borracha por outro impulsionador da economia na Amazônia. Nos anos 50, a moda internacional tinha como produto ostentação os casacos de pele, o que incentivou a caça de peles de felinos. O mais curioso nesse estudo é que as espécies que mais sofreram em sete décadas de caça comercial foram os animais aquáticos, como o jacaré-açu, a ariranha e o peixe-boi, por exemplo. Pela facilidade de acesso a esses animais, eles ficaram mais vulneráveis para a captura e não houve recuperação no número da sua população. Para os pesquisadores, o estudo ajuda a repensar a caça de subsistência na Amazônia, que de certa forma flerta com a ilegalidade e sobre a Lei de Fauna no Brasil, que segundo eles, é totalmente obsoleta no que diz respeito às abordagens modernas de manejo de espécies caçadas.

 

Fonte: Folha de São Paulo.

 

  • Sabrina Rodrigues

    Repórter especializada na cobertura diária de política ambiental. Escreveu para o site ((o)) eco de 2015 a 2020.

Leia também

Reportagens
21 de outubro de 2021

Superintendente dá aval para obras que ameaçam habitat de peixe das nuvens cearense

Duplicação de rodovia no litoral do Ceará foi embargada pelo Ibama em janeiro para proteger espécie de peixe das nuvens ameaçada. Com desembargo, pesquisadores temem pela destruição do habitat já restrito da espécie

Notícias
20 de outubro de 2021

Desmatamento na Amazônia já chega a quase 9 mil km² em 2021, mostra Imazon

Somente em setembro foram destruídos 1.224 km² de floresta, área equivalente a mais de 4 mil campos de futebol por dia. Números sãos os maiores em 10 anos

Salada Verde
20 de outubro de 2021

Em comemoração de seus 10 anos, Onçafari lança concurso de fotografia

Fotógrafos profissionais e amadores podem se inscrever até o dia 14 de novembro. Vencedores terão a oportunidade de fotografar a fauna e flora existentes na sede da Onçafari, no Pantanal

Mais de ((o))eco

Deixe uma resposta