Salada Verde

Tubarão-elefante torna-se espécie ameaçada

Devido ao declínio da população, agência americana alerta sobre risco à espécie do Pacífico Norte Oriental

Redação ((o))eco ·
9 de setembro de 2010 · 11 anos atrás
Salada Verde
Sua porção fresquinha de informações sobre o meio ambiente
Foto (crédito): Greg Skomal
Foto (crédito): Greg Skomal
 

A NOAA, agência responsável pela atmosfera e pelo mar nos Estados Unidos, passou a considerar o tubarão-elefante (Cetorhinus maximus) como uma espécie ameaçada no Pacífico Norte Oriental, devido ao declínio da população deste peixe na costa Oeste americana. Apesar de protegido pela lei e de programas de conservação, a população do tubarão não vem se recuperando como era esperado. A nova classificação visa despertar o interesse público e das autoridades para desenvolver pesquisas que possam ajudar a recuperar a população da espécie.

O tubarão-elefante, também conhecido como tubarão-frade, é o segundo maior tubarão encontrado nos mares, pode chegar a dez metros de comprimento. É um animal dócil, que filtra o alimento enquanto se desloca na água. Pode ser encontrado desde os trópicos até o Ártico, mas prefere águas costeiras, onde convergem correntes de plânctons, seu principal recurso alimentar. Os tubarões-elefante do Pacífico Norte Oriental são considerados um grupo particular, que migra sazionalmente através da Costa Oeste da América do Norte, do Canadá até a Califórnia. Nos Estados Unidos, ele era pescado até a década de 1950. No Canadá, foi alvo de pescadores até os anos de 1970. Há algumas décadas, estes animais eram vistos em grande grupos, mas desde 1993 não é registrado nenhum grupo com mais de três indivíduos.

A espécie continua vulnerável às atividades humanas. Eles podem acidentalmente serem pescados, se enroscar em equipamentos e serem machucados por navios, quando se alimentam perto da superfície. Nos Estados Unidos, os tubarões capturados devem ser devolvidos à água. No Canadá, os animais e o habitat deles também são protegidos por lei. Mas eles ainda são capturados em muitos países, onde suas barbatanas têm um grade valor comercial e são usadas como ingredientes de uma sopa de tubarão.(Vandré Fonseca)

Leia também

Notícias
26 de novembro de 2021

Informação obtida via LAI revela que MCTI recebeu dados do desmatamento em 1º de novembro

Ministro Marcos Pontes disse que dados não foram publicados antes da Conferência do Clima porque ele estava de férias. Agenda oficial registra férias entre 8 e 19 de novembro

Notícias
26 de novembro de 2021

Jornalismo digital brasileiro se une em campanha de financiamento

Ação reúne 26 organizações com objetivo de arrecadar doações para fortalecimento do jornalismo digital de qualidade

Reportagens
26 de novembro de 2021

MPF pede anulação da Licença de Instalação do Linhão Tucuruí na terra Waimiri Atroari

Ação aponta que União e a Transnorte agem ilegalmente no licenciamento da obra. Autossuficientes em energia elétrica, os Waimiri Atroari são contra o empreendimento e sentem “a floresta sangrar”

Mais de ((o))eco

Deixe uma resposta