Salada Verde

Novo módulo do Documento de Origem Florestal para exportações

Ferramenta de controle do comércio internacional de madeira vai criar base de dados mais ágil para o governo federal. Ibama espera que outros países adotem o sistema.

Redação ((o))eco ·
24 de janeiro de 2011 · 12 anos atrás
Salada Verde
Sua porção fresquinha de informações sobre o meio ambiente

Em fase de implantação desde 10 de janeiro de 2011, um novo módulo do Documento de Origem Florestal (DOF), chamado DOF Exportação, foi criado para o controle da exportação de madeira, seguindo a proposta de modernização dos mecanismos de controle, com o objetivo de aumentar a transparência na gestão pública e facilitar a vida do usuário.

Segundo informações do Ibama, a adequação aos novos padrões serve para reparar problemas com relação ao antigo modelo do DOF, como dificuldades no monitoramento, dados imprecisos sobre portos de saída, ausência de informações sobre países importadores, estatísticas não confiáveis, possibilidade de fraudes e a pouca praticidade para o usuário com sobrecarga desnecessária de informações.

Como pontos benéficos para o usuário do sistema, o órgão cita a redução da burocracia e facilidade do uso. Já o governo poderá contar com um banco de informações sobre as empresas compradoras em outros países. Por outro lado, as empresas poderão se certificar que a madeira comprada é legal, garantindo um bom funcionamento do comércio legal de madeira.

De acordo com comunicado do Ibama, há o interesse de países detentores de florestas em adotar o modelo do DOF. (Daniele Bragança)

Leia também

Salada Verde
2 de dezembro de 2022

Lula afirma que deve criar “Secretaria dos Povos Originários” com status de um Ministério

Em entrevista coletiva nesta sexta-feira (02), o presidente eleito esclareceu que fará os anúncios dos nomes do primeiro escalão depois de ser diplomado, em 12/12

Reportagens
2 de dezembro de 2022

Encurralados pela degradação, morcegos ainda resistem em áreas de pasto no Pantanal

Estudo revela que mesmo em menor abundância, morcegos ainda buscam comida e abrigo em áreas de pasto. Resultado mostra importância da manutenção de sobras de floresta em áreas degradadas

Notícias
2 de dezembro de 2022

Sociedade e Inea pressionam e PL que flexibiliza proteção do rio Paraíba do Sul encolhe

Proposta que extingue o Refúgio de Vida Silvestre do Médio Paraíba para criar, em seu lugar, uma APA, mais flexível aos usos, foi rechaçada pela sociedade civil em sessão da Comissão de Meio Ambiente nesta quinta (1º)

Mais de ((o))eco

Deixe uma resposta