Salada Verde

ONU lança site sobre desperdício de alimentos em português

Site da campanha Pensar.Comer.Conservar – Diga Não ao Desperdício, foi traduzida para o português, que não idioma oficial da ONU.

Redação ((o))eco ·
14 de janeiro de 2014 · 8 anos atrás
Salada Verde
Sua porção fresquinha de informações sobre o meio ambiente

A Organização das Nações Unidas (ONU) acaba de traduzir para português o site da campanha Pensar.Comer.Conservar  – Diga Não ao Desperdício, organizada pelo Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente (PNUMA), Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO) e parceiros que querem chamar atenção para a enorme quantidade de alimentos desperdiçada anualmente.

Desperdício de alimentos é um problema grave que afeta milhares de pessoas e o meio ambiente. Segundo estimativas, cerca de um terço dos alimentos produzidos no mundo não chega a ser consumido.

O site em português oferece dicas para evitar o desperdício, além de trazer matérias e notícias sobre o tema. O português é o único idioma não oficial da ONU para o qual o site foi traduzido.

 

Saiba Mais
Site da campanha Pensar.Comer.Conservar em português

Leia Também
ONU diz que jogar comida fora tem consequências para o meio ambiente
Um terço da comida do mundo vai para o lixo
De comida, culinária e ecologia

Leia também

Notícias
27 de junho de 2022

Aquaman, poluição plástica e emergência oceânica: o 1º dia da Conferência dos Oceanos

((o))eco realizará a cobertura direto do evento, que ocorre em Portugal, para trazer os destaques diários da conferência, que começou nesta segunda-feira (27) e vai até o dia 1º de julho

Notícias
27 de junho de 2022

Arthur Lira cria novo Grupo de Trabalho para discutir Código da Mineração na Câmara

Grupo anterior teve racha no final de 2021 e seu relatório não chegou a ser votado. Nova formação tem maioria pró-governo com histórico de atuação anti-ambiental

Notícias
27 de junho de 2022

Pesquisadores confirmam presença de espécie exótica de lagarto em Belém

Calcula-se que o pequeno lagarto foi trazido de forma incidental por navios. Cientistas destacam a importância de mais estudos para investigar possíveis impactos à fauna e flora local

Mais de ((o))eco

Deixe uma resposta