Salada Verde

Deputados vão investigar atuação de Salles sobre queimadas na Amazônia

Caso o ministro seja considerado negligente poderá ser afastado do cargo por crime de responsabilidade. Câmara aprovou investigação

Sabrina Rodrigues ·
24 de outubro de 2019 · 2 anos atrás
Salada Verde
Sua porção fresquinha de informações sobre o meio ambiente
Comissão de Meio Ambiente da Câmara decide a favor de relatório para investigar Ricardo Salles sobre atuação no combate às queimadas na Amazônia. Foto: Antonio Cruz/ Agência Brasil.

A Comissão de Meio Ambiente e Desenvolvimento da Câmara dos Deputados (CMADS) aprovou na quarta-feira (23) relatório para investigar a atuação do ministro do Meio Ambiente diante das queimadas na Amazônia. Se os deputados considerarem que Salles foi negligente em relação à situação, poderão pedir o afastamento do ministro por crime de responsabilidade.

O ministro já enfrenta, no STF, um pedido de afastamento feito pela Rede Sustentabilidade. 

“Tivemos um crescimento de 82% das queimadas na Amazônia com indícios de atos criminosos. O governo foi avisado pelo Ministério Público 3 dias antes do ‘dia do fogo’ e não fez nada eficiente para evitá-lo. Teremos uma comissão que ouvirá as populações atingidas e isso é essencial!”, afirma a deputada Fernanda Melchionna (PSOL-RS) que apresentou o relatório em forma de Proposta de Fiscalização e Controle (PFC).

Os deputados deverão ir a campo visitar os locais afetados, além de analisar o orçamento previsto e como foi executado na prevenção e no combate às queimadas. 

 

Leia Também

Rede apresenta pedido de impeachment contra Ricardo Salles

“Dia do Fogo” foi promovido por grupo no whatsapp chamado “SERTÃO”

Bolsonaro afirma ao STF que acusar ONGs por queimadas foi ‘mera opinião’

 

  • Sabrina Rodrigues

    Repórter especializada na cobertura diária de política ambiental. Escreveu para o site ((o)) eco de 2015 a 2020.

Leia também

Salada Verde
23 de outubro de 2019

Bolsonaro afirma ao STF que acusar ONGs por queimadas foi ‘mera opinião’

Presidente foi interpelado pelo Supremo para explicar fala que vinculou organizações não governamentais com crimes ambientais na Amazônia

Salada Verde
27 de agosto de 2019

“Dia do Fogo” foi promovido por grupo no whatsapp chamado “SERTÃO”

Grileiros, garimpeiros e fazendeiros eram os membros que organizaram o dia e contrataram motoqueiros para espalharem fogo. Governo foi avisado três dias antes das queimadas

Notícias
22 de agosto de 2019

Rede apresenta pedido de impeachment contra Ricardo Salles

Para partido, ministro do Meio Ambiente cometeu crime de responsabilidade por atuar de forma contrária ao que determina a Política Nacional do Meio Ambiente 

Mais de ((o))eco

Deixe uma resposta