Salada Verde

Dois caçadores furtivos são mortos no Zimbabwe

Os criminosos foram mortos após troca de tiros com os guardas-florestais do Zimbabwe Parks, nas Montanhas Matusadona. Incidente ocorreu durante uma patrulha

Sabrina Rodrigues ·
13 de setembro de 2017 · 5 anos atrás
Salada Verde
Sua porção fresquinha de informações sobre o meio ambiente
Dois caçadores furtivos foram mortos após troca de tiros com os guardas-florestais do Zimbabwe Parks, nas Montanhas Matusadona. Foto: Andrew Ashton/Flickr.
Dois caçadores furtivos foram mortos após troca de tiros com os guardas-florestais do Zimbabwe Parks, nas Montanhas Matusadona. Foto: Andrew Ashton/Flickr.

Os guardas-florestais do Zimbabwe Parks (Zimparks) e Autoridade de Gerenciamento da Vida Selvagem (Wildlife Management Authority), órgão que administra toda a população de vida selvagem do Zimbábue, dispararam e mataram dois caçadores furtivos após uma troca de tiros nas Montanhas Matusadona. O incidente ocorreu na tarde de segunda-feira (11), durante uma patrulha dos guardas que se depararam com quatro criminosos. Outros dois conseguiram escapar.

O diretor de relações públicas do Zimparks, Tinashe Farawo, afirmou que os guardas-florestais tiveram que recorrer à troca de tiros, resultando na perda de vidas. Acrescenta ainda que o ocorrido serve como aviso para que caçadores furtivos saibam que as autoridades farão de tudo o que estiver ao seu alcance para proteger a vida selvagem do país.

O governo do Zimbabwe adotou uma política orientando os guardas-florestais a atirarem caso encontrem qualquer caçador furtivo dentro de um parque nacional.

O caso foi encaminhado para a polícia.

Leia Também

Criminosos envenenam dez elefantes no Zimbabwe

Caçador morre esmagado por elefante na Namíbia

Caçador que matou o leão Cecil enfrenta clamor por processo

  • Sabrina Rodrigues

    Repórter especializada na cobertura diária de política ambiental. Escreveu para o site ((o)) eco de 2015 a 2020.

Leia também

Reportagens
30 de julho de 2015

Caçador que matou o leão Cecil enfrenta clamor por processo

Comoção nos EUA pela morte de leão que vivia em área protegida força dentista que o caçou a fechar consultório. Ele e mais dois podem ser levados à Justiça.

Salada Verde
17 de agosto de 2017

Caçador morre esmagado por elefante na Namíbia

O argentino José Monzalvez, de 46 anos, estava na Namíbia em busca de troféus de caça, quando foi pisoteado por um elefante

Salada Verde
21 de junho de 2017

Criminosos envenenam dez elefantes no Zimbabwe

O crime aconteceu no Parque Nacional de Hwange. Alguns elefantes foram encontrados sem as presas. Três prisões foram feitas durante o fim de semana

Mais de ((o))eco

Deixe uma resposta

Comentários 1

  1. AAI diz:

    Que bom que desta vez não foram os guarda-parques!!!!