Salada Verde

Pesquisadores descobrem nova espécie de perereca na Bahia

Descoberta no município baiano de Una, Phyllodytes amadoi recebeu nome inspirado no escritor Jorge Amado, grande admirador de anfíbios

Sabrina Rodrigues ·
10 de janeiro de 2018 · 4 anos atrás
Salada Verde
Sua porção fresquinha de informações sobre o meio ambiente
A espécie Phyllodytes amadoi foi encontrada no município de Una, na Bahia. Foto: Mirco Solé.
A espécie Phyllodytes amadoi foi encontrada no município de Una, na Bahia. Foto: Mirco Solé.

O escritor baiano Jorge Amado é mundialmente conhecido e aclamado pela sua obra que retrata tanto o Brasil e, de uma forma particular, o povo baiano. Mas poucos conhecem a admiração que o escritor tinha pelos animais. Quem visitar o Memorial Jorge Amado, em Salvador, irá encontrar vários objetos relacionados a anfíbios. Não por acaso, a nova espécie de perereca encontrada no município de Una, no sul da Bahia, recebeu o nome de Phyllodytes amadoi. A descoberta foi publicada na revista científica Zootaxa no final do ano passado.

Com 2 centímetros de comprimento, a Phyllodytes amadoi é considerada pequena em relação a outras espécies do mesmo gênero. Mas foi o seu canto de característica mais aguda que chamou a atenção dos pesquisadores durante o estudo realizado desde 2015 pela Universidade Estadual de Santa Cruz (UESC), com o apoio da Fundação Grupo Boticário de Proteção à Natureza.

Além do seu tamanho e canto, a perereca descoberta apresenta como característica um focinho arredondado e uma listra que vai dos olhos aos flancos.

A perereca foi encontrada na Reserva Particular do Patrimônio Natural (RPPN) Ararauna, região rica em bromélias, onde a nova espécie gosta de viver. A planta é propícia para a sua reprodução do anfíbio por apresentar a capacidade de segurar a água da chuva. Essa é a segunda nova espécie de perereca de bromélia encontrada pela equipe do professor Mirco Solé, pesquisador e responsável técnico pelo projeto.

Essa é a segunda nova espécie de perereca de bromélia encontrada pela equipe do professor Mirco Solé. Foto: Mirco Solé.
Essa é a segunda nova espécie de perereca de bromélia encontrada pela equipe do professor Mirco Solé. Foto: Mirco Solé.

 

Leia Também

Descoberta primeira perereca fluorescente do mundo

Nova espécie de mini sapo é descoberta e já está ameaçada

Novos anfíbios nas bromélias da Mata Atlântica

 

 

 

  • Sabrina Rodrigues

    Repórter especializada na cobertura diária de política ambiental. Escreveu para o site ((o)) eco de 2015 a 2020.

Leia também

Notícias
15 de dezembro de 2015

Novos anfíbios nas bromélias da Mata Atlântica

Descrição de novas espécie foi publicada em duas edições do jornal de acesso livre PloS One, no início de dezembro

Notícias
18 de agosto de 2015

Nova espécie de mini sapo é descoberta e já está ameaçada

Descoberto em Santa Catarina, pequeno anfíbio com cerca de 1 centímetro de comprimento é vulnerável às mudanças climáticas e alterações no habitat.

Salada Verde
15 de março de 2017

Descoberta primeira perereca fluorescente do mundo

Espécie natural do Pantanal brasileiro, a Hypsiboas punctatus, apresenta cor fluorescente no escuro, fenômeno raro entre os vertebrados

Mais de ((o))eco

Deixe uma resposta

Comentários 1

  1. Amanda diz:

    Aqui no banheiro da gente na paraiba tem um monte, ainda elas vem saltando em cima de mim, eu até vim pesquisar pra saber se ela não tinha nenhum veneno… em vez dela correr ela vem pra cima da pessoa!