Salada Verde

Pesquisadores publicam livro com resultados de pesquisa sobre ecologia e conservação no Cerrado

O Triângulo Mineiro e o sudeste de Goiás são os focos da publicação que contou com pesquisadores da Universidade Federal de Uberlândia

Marcos Furtado ·
22 de dezembro de 2020 · 2 anos atrás
Salada Verde
Sua porção fresquinha de informações sobre o meio ambiente
Reprodução: Capa

Mesmo sendo considerados prioridades para a conservação de plantas e de animais, o Triângulo Mineiro e o sudeste de Goiás continuam sofrendo com os impactos do desmatamento e da degradação ambiental. Cientes da importância de mudar este cenário, um grupo de pesquisadores da Universidade Federal de Uberlândia (UFU) apresentam os principais resultados de estudos desenvolvidos com diferentes espécies da fauna e da flora do Cerrado no livro “Ecologia e conservação dos cerrados, campos e florestas do Triângulo Mineiro e Sudeste de Goiás”.

A pesquisa foi desenvolvida por meio do Programa de Pesquisa Ecológica de Longa Duração (PELD), iniciativa do Conselho Nacional de Pesquisas e Desenvolvimento Científico (CNPq), que financia trabalhos desenvolvidos em 36 centros de estudos em todos os biomas brasileiros. Os estudos realizados no Triângulo Mineiro e no sudeste de Goiás recebem apoio do programa desde 2012, mesmo com alguns deles tendo início anterior ao apoio do PELD. Ao longo de 17 capítulos, os 65 autores da publicação apresentam os resultados da pesquisa e informações sobre a origem e ameaça das espécies nativas.

Comparada com outros centros de estudos, a região tem poucas unidades de conservação. Destas, muitas têm menos de 500 hectares ou estão em fase de recuperação. Outro problema é o fato de parte da vegetação nativa remanescente estar em propriedades privadas, onde há pastagens e cultivos agrícolas. Essas áreas agroecossistêmicas também recebem atenção na pesquisa, pois são fundamentais para que se entenda a ecologia da região.

Heraldo L. Vasconcelos, professor de Biologia da UFU e organizador da publicação, acredita que, além de tornar acessível informações sobre plantas e animais do Cerrado, o livro sensibilizará o leitor sobre a conservação das espécies da região. “Esperamos gerar uma maior conscientização sobre o valor e importância deste que é um dos biomas mais ameaçados do planeta. Esperamos também chamar a atenção sobre a importância da pesquisa científica básica e estimular a formação de uma nova geração de pesquisadores”, afirma.

Baixe o livro de graça aqui. (Marcos Furtado)

 

Leia Também 

A flora das Geraes

 

  • Marcos Furtado

    Escreveu para ((o))eco, Estadão, Folha de SP, Colabora. Ganhou o Prêmio Santander Jovem Jornalista e teve o 3º lugar em concurso do ICFJ

Leia também

Reportagens
28 de abril de 2006

A flora das Geraes

Mapeamento das matas mineiras mostra que a caatinga no estado é maior do que se supunha e que a vegetação nativa ainda cresce em mais de um terço do território.

Reportagens
12 de agosto de 2022

Conhecer para preservar: atrizes de Pantanal contam como se apaixonaram pelo bioma

Letícia e Malu explicam a paixão despertada pelo bioma durante as gravações e destacam importância da conservação para a região

Notícias
12 de agosto de 2022

Amazônia perdeu área equivalente à cidade de São Paulo em julho, mostra INPE

Números foram atualizados nesta sexta-feira. Desmatamento em 2022, segundo o Deter, chegou a 8.600 km², área quase do tamanho de Rio Branco (AC)

Mais de ((o))eco

Deixe uma resposta