Salada Verde

Polícia Militar do Amazonas apreende 400m³ de madeira ilegal

O carregamento de madeira, que não apresentava o documento de origem obrigatório, foi interceptado no rio Solimões, a cerca de 25km de Manaus

Duda Menegassi ·
19 de abril de 2021 · 3 anos atrás
Salada Verde
Sua porção fresquinha de informações sobre o meio ambiente

Enquanto o Brasil assiste o desenrolar da queda de braço entre a Polícia Federal do Amazonas e o ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, sobre a apreensão histórica de 200 mil metros cúbicos de madeira, outras operações policiais põe em ainda mais evidência a força da exploração ilegal de madeira na Amazônia. Em ação na tarde de domingo (18), a Polícia Militar apreendeu 400 metros cúbicos de madeira com origem irregular que eram transportados em uma balsa pelo rio Solimões, no município de Careiro da Várzea, a cerca de 25 quilômetros de Manaus, no Amazonas.

De acordo com os policiais militares, os responsáveis pela embarcação não portavam o Documento de Origem Florestal (DOF), obrigatório para todo tipo de carregamento de origem vegetal. A balsa e toda a carga foram apreendidas e os três homens da embarcação foram conduzidos para delegacia do município de Careiro, para adoção dos procedimentos legais.

*Foto em destaque: Divulgação/PMAM

Leia também

  • Duda Menegassi

    Jornalista ambiental especializada em unidades de conservação, montanhismo e divulgação científica.

Leia também

Notícias
15 de abril de 2021

Cai superintendente do Amazonas que pediu investigação contra Salles

Diretor-geral da Polícia Federal, Paulo Maiurino, decidiu substituir Alexandre Saraiva, que encaminhou notícia-crime contra Salles por atuação em defesa das madeireiras alvo de operação

Salada Verde
24 de maio de 2024

Comissão da Câmara aprova projeto que aumenta pena para crime ambiental na Amazônia

Proposta também inclui penalização de servidores e agentes públicos que se omitirem diante de tais crimes. Ascema vai avaliar conteúdo do texto

Notícias
24 de maio de 2024

Desastres ambientais afetaram 418 milhões de brasileiros em 94% das cidades, diz estudo

Levantamento feito pela Confederação Nacional dos Municípios (CNM) mostra que cada brasileiro enfrentou, em média, mais de duas situações de desastre entre 2013 e 2023

Mais de ((o))eco

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.