Salada Verde

UFRJ promove webinar sobre os 10 anos do desastre na Região Serrana do Rio

Evento virtual da Politécnica-UFRJ debaterá as principais mudanças e avanços após uma década do 3º maior desastre sócio-natural do Brasil

Daniele Bragança ·
17 de janeiro de 2021 · 1 anos atrás
Salada Verde
Sua porção fresquinha de informações sobre o meio ambiente
Imagem: Divulgação.

As chuvas da Região Serrana do Rio de Janeiro, em 2011, mataram mais de 900 moradores, tornando-se o 3º maior desastre “natural” na estatística de mortes da história do Brasil e o 5º maior do ponto de vista de prejuízos totais. Após uma década dessa fatalidade, a Plataforma do Conhecimento em Desastres (PCON-Desastres), da Escola Politécnica da UFRJ, promoverá um webinar na próxima terça, dia 19, às 15h30, para discutir as principais mudanças sobre a prevenção de catástrofes por entidades, instituições e sociedade.

O professor do Departamento de Construção Civil (DCC) da Politécnica-UFRJ e coordenador do Projeto PCON-Desastres, Leandro Torres, considera que “importantes medidas foram tomadas no sentido de melhorias na gestão do risco de desastres no Brasil”. Dentre eles, Torres destaca a Lei Federal 12.608/2012, que instituiu a Política Nacional de Proteção e Defesa Civil (PNPDEC), colocando a responsabilidade da gestão de riscos meteorológicos, hidrológicos, biológicos, dentre outros, sob as instituições federativas. 

O bate-papo virtual ainda apresentará a Plataforma do Conhecimento, desenvolvida por uma equipe de professores da Politécnica-UFRJ. O recurso facilita a interação entre profissionais que trabalham com questões relacionadas a desastres em diferentes instituições e o cadastro de novas ações, serviços e recursos que ajudem na redução de riscos.

O evento virtual será transmitido ao vivo pelo YouTube da Politécnica-UFRJ.

Ficha

Mediadores

  • Alessandra Freitas e Marcos Barreto – Coordenadores do projeto e professores do DCC

Convidados

  • Osvaldo Resende – Professor do Departamento de Recursos Hídricos e Meio Ambiente da Politécnica-UFRJ.
  • Tulius Nery – Tecnologista na Sala de Situação do Cemaden e colaborador com pesquisas sobre métodos de previsão e sistemas de alertas para movimentos de massa.
  • Rodrigo Werner  – Diretor da Escola de Defesa Civil.

 

Leia Também 

Chuvas 2011: um erro chamado Município

 

  • Daniele Bragança

    É repórter especializada na cobertura de legislação e política ambiental. Formada em jornalismo pela Universidade do Estado d...

Leia também

Análises
17 de janeiro de 2011

Chuvas 2011: um erro chamado Município

Como promotor de justiça em Nova Friburgo concluí que a Justiça não é o instrumento adequado para combater a ocupação desordenada do solo

Notícias
20 de janeiro de 2022

“Essa tese de que vamos abrir a cerca para o gado passar não será predominante no meu governo”, diz Lula

Em entrevista coletiva, pré-candidato do PT à presidência falou em meio ambiente urbano, pesticidas e defendeu o legado de construção de grandes hidrelétricas na Amazônia

Análises
20 de janeiro de 2022

Além do plantio: incluindo pessoas na restauração florestal

Mais importante do que “apenas” plantar árvores, é necessário conciliar a conservação ambiental com produção sustentável através da integração de paisagens e pessoas

Mais de ((o))eco

Deixe uma resposta

Comentários 1

  1. Flávia diz:

    Excelente artigo.. bem mais aprofundado do que tenho visto em outros canais que tocam no assunto de restauração. Obrigada, Veronica.