Análises

6 livros infantis para conhecer e amar a biodiversidade brasileira

De olho no Dia das Crianças, selecionamos alguns livros infantis que trazem a flora e a fauna brasileiras como protagonistas

Nanda Melonio ·
11 de outubro de 2021

Na coluna anterior, falei sobre a experiência de mostrar um pouco da natureza brasileira para o meu filho, que tem dois anos e nunca foi ao Brasil. Os livros têm sido meus aliados nessa missão – e em tantas outras –, e por isso decidi compartilhar com vocês alguns títulos bem interessantes e que costumam atrair a atenção de meninos e meninas de todas as idades, mesmo aqueles que não têm tanto hábito de ler ou ouvir histórias. Com o Dia das Crianças chegando, por que não dar um presente diferente, de repente combinando com um passeio ou experiência ligados ao tema do livro escolhido?

“Pé-de-bicho” (Márcia Leite e Joãocaré — Ed. Pulo do Gato)

Um livro de procurar, estilo “Onde Está Wally?”, onde os protagonistas são bichos da fauna brasileira. A dificuldade vai se tornando maior a medida em que se passa as páginas desse maravilhoso conto cumulativo, fazendo com que os pequenos leitores descubram muitos detalhes que passariam despercebidos nas ilustrações.

“Cadê os bichos?” (Cris Eich — Ed. Bamboozinho)

Através de um passeio de mãe e filha na floresta, este livro apresenta um pouco da fauna brasileira e fala das marcas deixadas pelo “bicho homem” no habitat dos animais. É um livro divertido, embora tenha um final abrupto, e pode ser lido inclusive para crianças bem pequenas.

“Abaré” (Graça Lima — Ed. Paulus) 

Abaré significa “amigo” em tupi-guarani. Esse é o nome do protagonista deste livro ilustrado, um menino indígena de etnia mati, que adora conhecer novos lugares e descobrir as diferenças que existem em cada espécie da fauna e da flora brasileiras. Os matis têm grande amor pela floresta e pelos animais, e para eles todos são abarés. A trama é repleta de surpresas e descobertas para o protagonista, e mostra de forma clara aos pequenos leitores a importância da preservação da natureza e o valor da amizade.

“A perigosa vida dos passarinhos pequenos” (Miriam Leitão — Ed. Rocco) 

Um belo dia, os passarinhos iniciaram uma rebelião contra a falta de árvores na região em que viviam. Trata-se de uma fábula ecológica cativante, um convite para leitores de diversas idades aderirem à  perspectiva dos pássaros. As ilustrações retratam as aves com muita verossimilhança, quase como pinturas.

“Crianças da Amazônia” (Mauricio Veneza — Ed. Mundo Mirim) 

Quando falamos da região amazônica, parece que se trata de um bioma uniforme, quando na verdade o caldo é bem mais complexo. Este livro me chamou a atenção justamente por trabalhar isso de maneira clara e simples, nos transportando para as diversas amazônias que existem dentro da Amazônia: através das brincadeiras, costumes, festas típicas, culinária, fauna, flora e histórias locais, vamos conhecendo personagens como Rodrigo, que tem pai seringueiro; Tonho, que “mora numa casa que mais parece uma garça com as pernas dentro do rio”; Joana, uma menina quilombola; o indígena Kiniriê, dentre outros.

“Bebês Brasileirinhos: poesia para os filhotes mais especiais da nossa fauna” (Lalau e Laurabeatriz — Ed. Companhia das Letrinhas)

Este é o segundo volume de uma coleção sobre os animais brasileiros que poderia entrar inteira nesta lista. Tem livro sobre a fauna nacional, da Amazônia, e este é focado nos filhotes, especialmente aqueles que estão em risco de extinção. Além dos poemas, informações sobre as espécies e ilustrações belíssimas, esta edição traz uma lista de parques nacionais e organizações que se ocupam com a conservação da biodiversidade.

As opiniões e informações publicadas nas sessões de colunas e análises são de responsabilidade de seus autores e não necessariamente representam a opinião do site ((o))eco. Buscamos nestes espaços garantir um debate diverso e frutífero sobre conservação ambiental.

Leia também

Análises
7 de outubro de 2021

Livros, mapas e imaginação: apresentando a flora e a fauna brasileiras a um gringuinho

Falar da natureza brasileira para crianças pequenas nem sempre é simples. Quando se está longe do país a tarefa é um pouco mais complicada – mas não impossível

Reportagens
18 de maio de 2022

Ocupação indígena no Parque Estadual Cunhambebe quer retomar posse do território

Indígenas estão acampados desde quinta (12) ao lado da sede do parque fluminense, em mobilização pela retomada do seu território ancestral

Notícias
18 de maio de 2022

Frio fora de época também é cortesia do aquecimento global

Eventos extremos como a queda nas temperaturas nesta semana em diversas regiões do país fazem parte de um cenário de planeta mais quente

Mais de ((o))eco

Deixe uma resposta