Notícias

Medida tardia

Depois da chuva que provocou mais de 250 mortes no RJ, governo do estado anuncia que vai mapear riscos geológicos em 28 municípios fluminenses.

Redação ((o))eco ·
19 de abril de 2010 · 12 anos atrás

O Estado do Rio de Janeiro resolveu, agora, mapear os riscos geológicos em 28 municípios fluminenses prioritários. O levantamento será realizado em duas etapas: ainda este mês serão estudados os riscos de deslizamento de encostas em 14 municípios. No ano que vem, o mapeamento deve ser feito nas outras 14 localidades restantes.

A previsão é que a primeira parte do trabalho seja concluída em agosto ou setembro deste ano. Após o mapeamento das áreas, a idéia do governo do estado é aprofundar os estudos nesse locais identificados para então decidir que tipo de intervenção poderá ser feita.

O prefeito do Rio, Eduardo Paes, já havia anunciado na terça-feira passada (13) um mapeamento semelhante, mas apenas nos limites da cidade.

O trabalho do governo do estado, segundo o Departamento Estadual de Recursos Minerais, estava previsto desde o ano passado, antes, portanto, da chuva que provocou inúmeros deslizamentos de encosta e matou mais de 250 pessoas no estado, até a última semana. Isto é, o recado que governo estadual quer passar é que a medida não teria sido tomada por causa da chuva. Mas precisou dela para anunciarem que o governo está preocupado. (Cristiane Prizibisczki)

Leia também

Reportagens
21 de outubro de 2021

Estudo aponta diretrizes para barrar a degradação acelerada de campos e savanas

As chamadas grasslands estão ameaçadas em todo o planeta, alerta um grupo internacional de pesquisadores. Solução envolve restauração e busca de alternativas de exploração econômica sustentáveis

Notícias
21 de outubro de 2021

Até 2020 Rondônia não possuía lei para regular destinação de terras públicas

Estado tem quase 30% de seu território ocupado por terras não destinadas. Briga entre Legislativo e Executivo rondonienses dificultam formalização dos processos

Reportagens
21 de outubro de 2021

Superintendente dá aval para obras que ameaçam habitat de peixe das nuvens cearense

Duplicação de rodovia no litoral do Ceará foi embargada pelo Ibama em janeiro para proteger espécie de peixe das nuvens ameaçada. Com desembargo, pesquisadores temem pela destruição do habitat já restrito da espécie

Mais de ((o))eco

Deixe uma resposta