Notícias

Interesse nas alternativas

Governo Federal anuncia que Leilão de Fontes Alternativas, a ser realizado em agosto, recebeu grande número de interessados. Concorrência acirrada pode significar menores preços para consumidor final.

Redação ((o))eco ·
18 de junho de 2010 · 14 anos atrás

Boa notícia para a energia renovável. O Governo Federal recebeu um grande número inscrições para a participação no Leilão de Fontes Alternativas, a ser realizado no dia 19 de agosto. Segundo dados divulgados hoje  (18) pela Empresa de Pesquisa Energética  (EPE), responsável pelo cadastramento dos interessados, se inscreveram 517 empreendimentos, que, juntos, somam 15. 774 megawatts de capacidade instalada. A grande quantidade de oferta para o leilão – e, como conseqüência, a maior competição entre as interessadas – pode resultar numa queda de preço, que será repassada ao consumidor final.

O Leilão de Fontes Alternativas será voltado especificamente para contratação de energia proveniente de centrais eólicas, termelétricas movidas a biomassa (bagaço de cana-de-açúcar, resíduos de madeira e capim elefante) e pequenas centrais hidrelétricas (PCHs). O fornecimento começará em janeiro de 2013. A EPE salienta que, do total de 517 projetos cadastrados, 478 já haviam sido inscritos para o Leilão de Energia de Reserva, a ser realizado nos dias 18 e 19 de agosto. Os projetos foram automaticamente cadastrados para o leilão das alternativas e podem optar por participar de um ou de outro certame. Deste total, 82% são projetos de geração eólica.

Leilão de Fontes Alternativas 2010 – Cadastramento por fonte

FONTE USINAS OFERTA (MW)
Eólica 425 11.214
Biomassa 68 4.170
PCH 24 390
Total 517 15.774

Leia também

Salada Verde
23 de fevereiro de 2024

Justiça Federal impõe mais de R$ 316 milhões em indenizações por desmatamento ilegal

Infrações ambientais foram identificadas pelo MPF por meio do Amazônia Protege, projeto que utiliza monitoramento por satélite para responsabilizar os atores dos desmatamentos ilegais

Notícias
23 de fevereiro de 2024

MPF no Acre arquiva denúncia da CPI das ONGs contra servidores do ICMBio

Servidores do órgão foram acusados de abusos contra moradores da Reserva Extrativista Chico Mendes, no Acre; para procurador, acusações são “genéricas e sem fato concreto”

Notícias
23 de fevereiro de 2024

Antas “avisam” pesquisadores sobre contaminação humana por agrotóxicos no MS

Além de agrotóxicos como glifosato, moradores do sudeste do estado também apresentaram altos índices de metais no corpo. Antas atuaram como sentinelas

Mais de ((o))eco

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.