Notícias

Curso de Atualização em Direito Ambiental

 Curso de Direito ambiental prepara profissionais em questões ambientais atuais

Redação ((o))eco ·
21 de outubro de 2010 · 11 anos atrás

Do dia 13 ao dia 15 de novembro o IPÊ (Instituto de Pesquisas Ecológicas) oferecerá um curso de atualização em Direito Ambiental. O curso abordará as principais discussões ambientais da atualidade, envolvendo legislações ambientais mais gerais, a lei de política nacional de meio ambiente, a política de recursos hídricos, a política urbana, o código florestal e a lei de biossegurança.

Maria Heloísa C. Fernandes, bióloga e bacharel em direito, ministrante do curso, tratará temas como, conceitos e princípios do direito ambiental, Direito ambiental constitucional, política ambiental, instrumentos de proteção ambiental, responsabilidade ambiental e política urbana.

O investimento será de R$ 690,0, podendo ser parcelado. Para fazer sua inscrição basta entrar no site: www.ipe.org.br. 

Leia também

Notícias
22 de outubro de 2021

“Adote um ninho”: Conheça a campanha para a preservação dos papagaios brasileiros

Campanha busca incentivar a proteção dos papagaios por meio da construção de ninhos artificiais para suprir a falta de cavidades naturais, que estão diminuindo por conta do desmatamento

Análises
22 de outubro de 2021

Por uma nova onda de soluções para a resiliência e a saúde do oceano

Estudo do FMI estima que 8 milhões de toneladas de lixo plástico acabam no mar todos os anos, sendo 80% provenientes do continente. Se não mudarmos esse quadro, o oceano terá mais lixo do que peixes até 2050

Salada Verde
21 de outubro de 2021

Polícia Civil do Maranhão prende um dos homens que matou onça preta e se gabou nas redes sociais

Corpo do animal abatido foi filmado por três homens, que comemoraram o feito. O homem preso também será multado pelo Ibama.

Mais de ((o))eco

Deixe uma resposta

Comentários 1

  1. MARLI ALVES PEREIRA VASCONCELLOS diz:

    Não entendo o porquê esconder o rosto do homem, adulto!! Ele mostrou a cara nas redes sociais!! É preciso identificar criminosos.