Notícias

Rio ganha seu primeiro festival de filmes ambientais

Até o dia 24/Novembro, a cidade exibirá 60 filmes de ficção ou documentário, todos com temas ambientais e direito a debate após as sessões.

16 de novembro de 2011 · 10 anos atrás
Se você mora no Rio ou está passando por aqui, fica a dica para um programa cheio de atrações nacionais e internacionais sobre meio ambiente e, o melhor de tudo, de graça. A cidade recebe do dia 14 (última segunda-feira) até o dia 24 de novembro a primeira edição do FilmAmbiente (Festival Internacional do Audiovisual Ambiental).

 

Um dos filmes exibidos na mostra será The Cove, o documentário premiado que mostra o massacre de golfinhos em uma baía perto da cidade de Taiji, Japão. Foto: Divulgação
Um dos filmes exibidos na mostra será The Cove, o documentário premiado que mostra o massacre de golfinhos em uma baía perto da cidade de Taiji, Japão. Foto: Divulgação

De ficção a documentário, ao todo, serão 60 filmes exibidos nas mostras competitivas, todos com entrada gratuita. Elas concorrerão ao prêmio TAINÁ. Haverá debate com a platéia feita por especialistas ou os diretores dos filmes após as exibições.

Assim como acontece no FICA (Festival Internacional de Cinema e Vídeo Ambiental), o júri premiará o melhor longa e o melhor curta, além do voto popular, que premia o melhor filme do evento escolhido pelo público.

Os locais de exibição são o Arteplex Botafogo, Centro Cultural do Poder Judiciário, Instituto Moreira Salles e Jardim Botânico.

O FilmAmbiente é realização da Amado arte&produção e a colaboração da ECOMOVE Internacional, organização que trabalha com audiovisual ambiental. O patrocínio é feito pela OI e o do Governo do Estado do Rio através da Secretaria de Cultura do Estado e Lei Estadual de Incentivo à Cultura.

Saiba mais:

Acesse aqui para ver a programação completa, em PDF

Leia Também:

Meio Ambiente e cinema

Ontem e hoje

Ambientalismo moderado

Leia também

Salada Verde
3 de dezembro de 2021

Paraná pretende reativar trecho brasileiro de trilha histórica que liga o Atlântico ao Pacífico

Chamada de Caminhos do Peabiru, trilha tem 1.550 no trecho paranaense, que vai de Paranaguá a Guaíra. Caminho era usado por incas e guaranis, antes da colonização

Notícias
3 de dezembro de 2021

Amapá vende terras públicas invadidas a R$ 46 o hectare

Estado possui mais de 2,5 milhões de hectares de áreas ainda não destinadas. Cerca de 50% deste total é classificado como de importância biológica extremamente alta

Reportagens
3 de dezembro de 2021

Novo Código de Mineração propõe aprovação automática de milhares de processos parados na ANM

Proposta pode afetar mais de 90 mil requerimentos que aguardam aprovações técnicas e ambientais; medida ainda interfere na criação de unidades de conservação e dificulta demarcação de terras indígenas

Mais de ((o))eco

Deixe uma resposta