Notícias

“Menos de um dólar por hectare”, lamenta Maria Tereza Jorge Pádua

Em entrevista a Deutsche Welle, ambientalista que criou 9 milhões de hectares de UCs deplora descaso do governo com áreas protegidas.

Redação ((o))eco ·
7 de maio de 2014 · 8 anos atrás

Parna Capivara: em perigo apesar de ser patrimonio cultural da humanidade. Foto: Fábio Olmos/wikiparques.org
Parna Capivara: em perigo apesar de ser patrimonio cultural da humanidade. Foto: Fábio Olmos/wikiparques.org

A Deutsche Welle, complexo de mídia do governo alemão, fez uma reportagem sobre a penúria em que se encontram os Parques Nacionais brasileiros, ancorada na crise do Parque Nacional Serra da Capivara, que foi obrigado a demitir a maioria dos seus funcionários.

A matéria entrevistou Maria Tereza Pádua, presidente da Associação Oeco e ambientalista que, na sua carreira nos órgãos ambientais, viabilizou a criação de 9 milhões de hectares de Parques Nacionais e outras áreas protegidas e começou projetos como o TAMAR.

“Existe um funcionário para cada 150 mil hectares [de Unidades de Conservação] e menos de um dólar por hectare. Parece brincadeira, mas é a situação. O que mais revolta é que o país gasta bilhões em estádios de futebol ou em uma hidrelétrica e não aplica recursos para a implantação do Sistema Nacional de Unidades de Conservação”, afirmou Pádua.

Outra entrevistada foi Mariana Napolitano e Ferreira, especialista em políticas públicas do WWF-Brasil. Estudo do Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente (Pnuma) estimou o potencial de receita dos Parques Nacionais brasileiros entre 1,6 e 1,8 bilhão de reais por ano. Mas, como lembrou Napolitano, existem apenas 26 parques, de um total de 69, abertos a visitação “e somente 18 possuem um infraestrutura satisfatória, com controle de fluxo de visitantes e cobrança de ingressos”.

A matéria foi reproduzida na Folha de S. Paulo e no Portal Terra.

 

 

Leia Também
Muito além da pesquisa – com Niède Guidon e Anne-Marie
Segundo corte no orçamento pode levar ICMBio à penúria
“O passivo fundiário é só a ponta do iceberg”, afirma Vizentin

 

 

 

Leia também

Notícias
26 de novembro de 2021

Informação obtida via LAI revela que MCTI recebeu dados do desmatamento em 1º de novembro

Ministro Marcos Pontes disse que dados não foram publicados antes da Conferência do Clima porque ele estava de férias. Agenda oficial registra férias entre 8 e 19 de novembro

Notícias
26 de novembro de 2021

Jornalismo digital brasileiro se une em campanha de financiamento

Ação reúne 26 organizações com objetivo de arrecadar doações para fortalecimento do jornalismo digital de qualidade

Reportagens
26 de novembro de 2021

MPF pede anulação da Licença de Instalação do Linhão Tucuruí na terra Waimiri Atroari

Ação aponta que União e a Transnorte agem ilegalmente no licenciamento da obra. Autossuficientes em energia elétrica, os Waimiri Atroari são contra o empreendimento e sentem “a floresta sangrar”

Mais de ((o))eco

Deixe uma resposta