Notícias

O mutirão da Transcarioca em fotos

A equipe de ((o))eco e do WikiParques participou do mutirão. Veja aqui algumas fotos feitas durante o evento.

Redação ((o))eco ·
16 de setembro de 2014 · 7 anos atrás

No domingo, 14 de setembro de 2014, um mutirão de 830 voluntários trabalhou para sinalizar 33 trechos do percurso da Trilha Transcarioca, que cruza o Rio de Janeiro por um percurso de aproximadamente 170 km, saindo da Barra de Guaratiba até o Morro da Urca, aos pés do Pão de Açúcar. Durante o seu trajeto, o visitante tem a oportunidade de apreciar atrativos naturais pouco conhecidos da cidade e descortinar a Cidade Maravilhosa de ângulos inusitados. A trilha pode ser percorrida na sua integralidade ou em seções, de acordo com o interesse, a aptidão e a disponibilidade de tempo de seus usuários.

A equipe de ((o))eco e do WikiParques participou do mutirão. Separamos abaixo algumas fotos feitas durante o evento.

Um dos grupos tira fotos no Parque Laje antes de iniciar os trabalhos.
Um dos grupos tira fotos no Parque Laje antes de iniciar os trabalhos.
Uma das placas que serão usadas na sinalização da trilha
Uma das placas que serão usadas na sinalização da trilha
Christiano Brandão, monitor do Parque Nacional da Tijuca e Eduardo Azevedo, voluntário do mutirão, finalizam uma nova marcação no trecho que vai da R. Sara Vilela à Cachoeira dos Primatas
Christiano Brandão, monitor do Parque Nacional da Tijuca e Eduardo Azevedo, voluntário do mutirão, finalizam uma nova marcação no trecho que vai da R. Sara Vilela à Cachoeira dos Primatas
Nesta imagem, prepara-se um reforço de tinta sobre uma marcação antiga
Nesta imagem, prepara-se um reforço de tinta sobre uma marcação antiga
Amigos que já completaram boa parte das trilhas clássicas do Parque Nacional da Tijuca, Eduardo Azevedo e Bernardo Senra participaram com entusiasmo do mutirão de domingo
Amigos que já completaram boa parte das trilhas clássicas do Parque Nacional da Tijuca, Eduardo Azevedo e Bernardo Senra participaram com entusiasmo do mutirão de domingo
A marca da Transcarioca é aplicada em uma pedra
A marca da Transcarioca é aplicada em uma pedra
A bela vista do Mirante da Lagoa
A bela vista do Mirante da Lagoa
Essa enorme figueira, como diz a placa, centenária é uma das atrações do trecho que liga a Cachoeira dos Primatas até o entroncamento com as trilha para Paineiras e Corcovado
Essa enorme figueira, como diz a placa, centenária é uma das atrações do trecho que liga a Cachoeira dos Primatas até o entroncamento com as trilha para Paineiras e Corcovado

 

Leia também
Trilha Transcarioca: da ideia ao grande mutirão para sinalizá-la
A Trilha Transcarioca no WikiParques
Parque Natural da Catacumba, parte orgulhosa da Transcarioca
Todos os caminhos da Transcarioca
Caminho da Serra do Mar, o sonho de uma trilha de 2 mil km
Concurso Cultural WikiParques de Fotografia: As áreas protegidas do Brasil
Guia de Sinalização de trilhas ganha versão para impressão

 

Leia também

Notícias
22 de outubro de 2021

“Adote um ninho”: Conheça a campanha para a preservação dos papagaios brasileiros

Campanha busca incentivar a proteção dos papagaios por meio da construção de ninhos artificiais para suprir a falta de cavidades naturais, que estão diminuindo por conta do desmatamento

Análises
22 de outubro de 2021

Por uma nova onda de soluções para a resiliência e a saúde do oceano

Estudo do FMI estima que 8 milhões de toneladas de lixo plástico acabam no mar todos os anos, sendo 80% provenientes do continente. Se não mudarmos esse quadro, o oceano terá mais lixo do que peixes até 2050

Salada Verde
21 de outubro de 2021

Polícia Civil do Maranhão prende um dos homens que matou onça preta e se gabou nas redes sociais

Corpo do animal abatido foi filmado por três homens, que comemoraram o feito. O homem preso também será multado pelo Ibama.

Mais de ((o))eco

Deixe uma resposta

Comentários 2

  1. MARLI ALVES PEREIRA VASCONCELLOS diz:

    Não entendo o porquê esconder o rosto do homem, adulto!! Ele mostrou a cara nas redes sociais!! É preciso identificar criminosos.


    1. JOCEMIR VIEIRA JUNIOR diz:

      Verdade.
      E um ano e seis meses é muito pouco pra esse tipo de crime!