Notícias

Após corte no orçamento, IBGE adia Censo Agropecuário e suspende concurso

Pesquisa que faz radiografia do campo brasileiro estava prevista para 2017 e inclui dados importantes para dimensionar impacto ambiental do setor.

Daniele Bragança ·
19 de abril de 2016 · 6 anos atrás

Censo Agropecuário reúne informações como o tamanho da área plantada para o cultivo de hortaliças, por exemplo. Acima, plantação de hortaliças em Teresópolis. Foto: Daniele Bragança.

Censo Agropecuário de 2017 faria contagem essencial para compreender as atividades do setor e ajudar a entender seus impactos ambientais. Foto: Daniele Bragança.

O IBGE informou nesta segunda-feira (18) que suspendeu a realização do Censo Agropecuário previsto para 2017, após cortes no orçamento da pesquisa que produz a mais importante radiografia do campo no país. A cada dez anos, este censo faz o levantamento de informações econômicas, sociais e ambientais de atividades agropecuárias, florestais e aquícolas de todos os municípios do país. Além de informações sobre a produção, uso do solo e tamanho da área plantada, a pesquisa levanta questões relativas à sustentabilidade e à preservação ambiental, como o uso de água para irrigação e de agrotóxicos.

O valor aprovado pelo Congresso, em janeiro, para a realização do Censo Agropecuário foi de R$ 266,9 milhões, cerca de 80% dos R$330,8 milhões orçados para realizar o censo. A Direção do IBGE tentou negociar com o Ministério do Planejamento, mas não conseguiu reverter o corte. Os recursos seriam usados para a aquisição de equipamentos e contratação temporária de 1.409 pessoas.  O concurso para estas vagas teve mais de 124 mil inscritos. As taxas de inscrição, entre R$35 e R$120, serão reembolsadas pela Cesgranrio, organizadora da seleção.

Segundo nota da direção, só será possível marcar uma nova data para a realização do censo quando o IBGE dispor, em tempo hábil, do montante necessário.  

 

 

Leia Também 

Agropecuária neutra em carbono?

Explosão da agropecuária

Rio de Janeiro: de onde vêm as frutas e legumes

 

  • Daniele Bragança

    É repórter especializada na cobertura de legislação e política ambiental. Formada em jornalismo pela Universidade do Estado d...

Leia também

Reportagens
19 de outubro de 2011

Rio de Janeiro: de onde vêm as frutas e legumes

Grande parte dos hortifrúti passa pelas CEASA. Mas esses grandes centros de intermediação não conhecem a qualidade do que distribuem.

Salada Verde
4 de março de 2010

Explosão da agropecuária

Comunicados do governo informam que produção de grãos e carnes deve crescer 37% na próxima década, principalmente no Mato Grosso. Mais pressão sobre ambientes naturais.

Reportagens
11 de outubro de 2010

Agropecuária neutra em carbono?

Seminário em São Paulo debateu estratégias de mitigação de emissões do setor. Governo apresenta plano estratégico.

Mais de ((o))eco

Deixe uma resposta