Notícias

Lenine é O Céu no último filme da campanha A Natureza está Falando

O vídeo convida todos para uma reflexão das ações do homem no meio ambiente chamando a atenção para a poluição atmosférica.

Sabrina Rodrigues ·
12 de dezembro de 2016 · 7 anos atrás
Foto: Matheus Momesso/Flickr
Foto: Matheus Momesso/Flickr

A organização Conservação Internacional finaliza a segunda temporada da campanha A Natureza está Falando com o filme O Céu. E desta vez quem dá voz a um dos elementos mais completos da natureza é o cantor e compositor Lenine.

No Brasil, as mortes por causa da poluição atmosférica custam US$ 1,7 bilhão a cada ano, apenas nas regiões metropolitanas. O vídeo é uma reflexão das ações do homem no meio ambiente e as suas consequências na natureza.

A Natureza está Falando lançou outros filmes como Mãe Natureza (Maria Bethânia), Amazônia (Camila Pitanga), Oceano (Rodrigo Santoro), A Floresta (Pedro Bial), A Flor (Juliana Paes), Recife de Coral (Max Fercondini), A Água (Maitê Proença), O Lar (Vanessa Lóes), A Montanha (Thiago Lacerda) e agora O Céu (Lenine).

 

Assista:

 

Leia Também

Camila Pitanga dá voz à Amazônia na campanha A Natureza está Falando

 

 

  • Sabrina Rodrigues

    Repórter especializada na cobertura diária de política ambiental. Escreveu para o site ((o)) eco de 2015 a 2020.

Leia também

Salada Verde
29 de agosto de 2016

Camila Pitanga dá voz à Amazônia na campanha A Natureza está Falando

A segunda temporada da campanha apresenta seis filmes inéditos e dois deles são totalmente produzidos no Brasil. O lançamento ocorreu no dia 27 em Manaus.

Notícias
19 de abril de 2024

Em reabertura de conselho indigenista, Lula assina homologação de duas terras indígenas

Foram oficializadas as TIs Aldeia Velha (BA) e Cacique Fontoura (MT); representantes indígenas criticam falta de outras 4 terras prontas para homologação, e Lula prega cautela

Notícias
19 de abril de 2024

Levantamento revela que anta não está extinta na Caatinga

Espécie não era avistada no bioma havia pelo menos 30 anos. Descoberta vai subsidiar mudanças na avaliação do status de conservação do animal

Mais de ((o))eco

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Comentários 1