Reportagens

Assalto aos parques de Madagascar

Parques nacionais de Madagascar estão sendo alvo de pilhagem com fortes indícios de apoio do próprio governo. Mais de 90% das florestas da ilha estão destruídas.

Redação ((o))eco ·
1 de dezembro de 2009 · 12 anos atrás

Os parques nacionais de Madagascar viraram alvos do furto de madeiras nobres, que acontece todos os dias debaixo dos narizes das autoridades do país. As organizações Global Witness e Environmental Investigation Agency divulgaram relatório em que apontam que entre 100 e 200 árvores de madeira de lei são derrubadas diariamente. O valor estimado do negócio é superior a 800 mil dólares por dia. Mas apenas uma fração é exportada para Ásia e Europa, o equivalente a mil metros cúbicos. O resto está guardado na expectativa de que o país autorize a exportação de madeira cortada ilegalmente. É o velho hábito de cometer o crime e esperar que venha a regularização depois do fato consumado.

A retirada de madeira de florestas tropicais protegidas em Madagascar superou as vantagens econômicas da indústria do turismo, num ano em que a instabilidade política afastou os visitantes. Estima-se que 90% da biodiversidade da ilha tenha sido varrida do mapa depois de décadas de derrubadas, mineração e queimadas para abertura de pastagens. Nenhuma semelhança com o que vemos no Brasil é mera coincidência.

Leia também

Notícias
22 de outubro de 2021

“Adote um ninho”: Conheça a campanha para a preservação dos papagaios brasileiros

Campanha busca incentivar a proteção dos papagaios por meio da construção de ninhos artificiais para suprir a falta de cavidades naturais, que estão diminuindo por conta do desmatamento

Análises
22 de outubro de 2021

Por uma nova onda de soluções para a resiliência e a saúde do oceano

Estudo do FMI estima que 8 milhões de toneladas de lixo plástico acabam no mar todos os anos, sendo 80% provenientes do continente. Se não mudarmos esse quadro, o oceano terá mais lixo do que peixes até 2050

Salada Verde
21 de outubro de 2021

Polícia Civil do Maranhão prende um dos homens que matou onça preta e se gabou nas redes sociais

Corpo do animal abatido foi filmado por três homens, que comemoraram o feito. O homem preso também será multado pelo Ibama.

Mais de ((o))eco

Deixe uma resposta

Comentários 1

  1. MARLI ALVES PEREIRA VASCONCELLOS diz:

    Não entendo o porquê esconder o rosto do homem, adulto!! Ele mostrou a cara nas redes sociais!! É preciso identificar criminosos.