Salada Verde

Ruralistas lutam para fracionar o Cadastro Ambiental Rural

Insatisfeitos com a exigência da inscrição do CAR ser feito pelo tamanho do imóvel e não pela matrícula, parlamentares cobram mudanças.

Redação ((o))eco ·
12 de maio de 2014 · 8 anos atrás
Salada Verde
Sua porção fresquinha de informações sobre o meio ambiente

Coordenador da bancada ruralista, o deputado Luis Carlos Heinze (acima) quer modificar pontos do Cadastro Ambiental Rural. Foto: Edson Santos/Câmara dos Deputados.
Coordenador da bancada ruralista, o deputado Luis Carlos Heinze (acima) quer modificar pontos do Cadastro Ambiental Rural. Foto: Edson Santos/Câmara dos Deputados.

Mal acabaram de ser publicados, os decretos que regulamentam o Cadastro Ambiental Rural e os Programas de Regularização Ambiental já sofrem ataques. A principal queixa da bancada ruralista se dá sobre a exigência da inscrição dos proprietários ao CAR, feita por imóvel possuído e não por matrícula.

“A regulamentação saiu por imóvel. Não foi acerto que fizemos. Nós queríamos a averbação por matrícula e não por imóvel. Esse é um dos pontos que estamos cobrando uma alteração nesse item do decreto”, afirma o deputado Luis Carlos Heinze (PP-RS), coordenador da Frente Parlamentar da Agropecuária à Rádio Câmara.

Este era o principal imbróglio que impedia a publicação das regras, que demorou 2 anos para serem publicadas. Os ruralistas defendem a inscrição por matrícula porque uma propriedade grande pode ser formada por várias matrículas, de propriedades anteriores que foram sendo adquiridas ao longo dos anos. Como o Código Florestal diferenciou os critérios de recuperação florestal conforme o tamanho da propriedade – quanto menor for o tamanho do imóvel rural, menor a obrigação de recompor –, eles enxergaram na lei a brecha que precisavam.

Todos os proprietários rurais terão um ano para se inscrever no Cadastro Ambiental Rural. A obtenção de crédito rural dependerá da regularização dos passivos ambientais feitos entre o proprietário e as secretarias de meio ambiente do município ou estado.

 

 

Leia Também
Enfim governo publica as regras do Cadastro Ambiental Rural
O que é o Cadastro Ambiental Rural (CAR)
Governo usará satélites de precisão no cadastro ambiental

 

 

 

Leia também

Reportagens
21 de janeiro de 2022

Brasil registra recorde de extremos de chuva no início do verão

Entre 1º e 31 de dezembro de 2021, a equipe técnica do Cemaden emitiu 516 alertas de risco de desastres, como deslizamentos, inundações e enxurradas, para os 1.058 municípios monitorados

Notícias
20 de janeiro de 2022

Espécie de jararaca descoberta na Caatinga revela história evolutiva até então desconhecida

A descoberta da espécie B. jabrensis trouxe também uma revelação surpreendente: uma nova linhagem evolutiva, até então desconhecida pela ciência, dentro do gênero jararacas

Notícias
20 de janeiro de 2022

“Essa tese de que vamos abrir a cerca para o gado passar não será predominante no meu governo”, diz Lula

Em entrevista coletiva, pré-candidato do PT à presidência falou em meio ambiente urbano, pesticidas e defendeu o legado de construção de grandes hidrelétricas na Amazônia

Mais de ((o))eco

Deixe uma resposta

Comentários 2

  1. JTruda diz:

    Um CANALHA maiúsculo, que combateu o licenciamento ambiental, fortaleceu a bancada ruralista mais retrógrada, promoveu termelétricas a carvão, ajudou a estuprar o Código Florestal e nos legou Belo Monte e outras barbaridades. Inimigo declarado e escarrado da boa gestão ambiental. Mas logo vamos estar vendo os ecochatos cumpanhêru defendendo a candidatura desse pulha como se nada disso tivesse acontecido… bah.


  2. Cidadão atento diz:

    Quando é alguém de esquerda, e mesmo sendo especificamente esse cidadão, o Eco é um cordeirinho pra escrever a matéria.