Salada Verde

Tamanduás-bandeira também morrem em canais de irrigação, na Argentina

Espécie é globalmente vulnerável à extinção, segundo lista da União Internacional para Conservação da Natureza (UICN)

Aldem Bourscheit ·
19 de outubro de 2023
Salada Verde
Sua porção fresquinha de informações sobre o meio ambiente

Da Argentina chega mais uma forte evidência de que canais de irrigação do agronegócio ou para abastecimento público de água estão matando animais silvestres, inclusive ameaçados de extinção.

Vídeo postado esta semana em Redes Sociais mostra vários tamanduás-bandeira presos e mortos ao redor de uma dessas estruturas no interior da província de Santiago del Estero, no oeste do país vizinho.

Os animais caem no canal ao tentar beber água.

Conforme a denúncia, a mortandade ocorre pela total falta de planejamento na construção dos 180 km do “Canal de la Patria”, realizada por uma empresa privada para o governo provincial.

“É evidente a falta de estudos sérios de impacto ambiental, bem como de medidas de prevenção e mitigação, como rampas de fuga. Raramente vemos tanta negligência num trabalho realizado pelo estado”, destaca a publicação.

  • Aldem Bourscheit

    Jornalista cobrindo histórias sobre Conservação da Natureza, Crimes contra a Vida Selvagem, Ciência, Comunidades Indígenas e ...

Leia também

Reportagens
27 de setembro de 2023

Lobos-guará e outros animais morrem afogados em canais de irrigação

Perdas ocorrem em polo do agronegócio no oeste baiano, mas o problema pode ser muito maior e fontes pedem ações urgentes

Reportagens
30 de março de 2021

Lobos-guarás com sarna chamam a atenção de pesquisadores

Oito lobo-guarás com queda de pelos já foram registrados na divisa entre São Paulo e Minas Gerais nos últimos anos; o diagnóstico: sarna sarcóptica, doença transmitida por um ácaro

Reportagens
15 de maio de 2023

Justiça determina bloqueio de matrículas de fazendas em territórios tradicionais no oeste da Bahia

Entre os réus está Luiz Carlos Bergamashi, liderança do agronegócio. Ação foi aberta pelo governo a pedido das comunidades, que denunciam ação de pistoleiros a serviço da “grilagem verde”

Mais de ((o))eco

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Comentários 1

  1. Regina diz:

    É impressionante, chega dar raiva, ver o imenso descaso, a falta de importância e o imensurável desrespeito pela vida selvagem e seu habitat. Mas esperar o que do homem ganancioso? É cruel. É insano. Só pensa no enriquecimento, não importa o que está destruindo e as consequências disso.
    A natureza está condenada nesse ritmo, pois tanto o poder público quanto o privado, ambos fazendo lambança e ajudando a piorar a situação. Poucos desse meio fazem algo de bom.
    Seja aqui, seja nos hermanos, a prática infeliz é a mesma.