Análises

Conheça o Condomínio da Biodiversidade

A missão do Conbio é cuidar do meio ambiente urbano. Desde sua criação já visitou mais de mil propriedades ensinando boas práticas de manejo.

Redação ((o))eco ·
25 de novembro de 2013 · 8 anos atrás

O ConBio – Condomínio da Biodiversidade surgiu como um projeto sem fins lucrativos, formado por pessoas interessadas em conservar a biodiversidade em propriedades particulares de Curitiba e Região Metropolitana – bioma Mata Atlântica – ecossistemas Floresta com Araucária e Campos Naturais. A iniciativa foi apresentada à sociedade em 2000 pelas ONGs SPVS – Sociedade de Pesquisa em Vida Selvagem e Educação Ambiental e Mater Natura – Instituto de Estudos Ambientais.

Recebeu este nome por manifestar a integração de interesses dos participantes – “condôminos” – em prol da conservação da natureza em ambientes urbanos.

Ao longo dos anos, o ConBio visitou mais de mil propriedades particulares realizando o extensionismo conservacionista – ensinando boas práticas de manejo e conservação; apoiou a criação de novas Unidades de Conservação, especialmente as Reservas Particulares do Patrimônio Natural Municipal (RPPNM); promoveu e difundiu a conservação da Floresta com Araucária e estabeleceu parcerias com o setor público e privado.

A partir de hoje, em parceria com ((o))eco, a equipe do Conbio vai contar suas histórias e como podemos avançar na proteção da biodiversidade urbana.

 

 

Leia o primeiro post deste blog

Os pássaros também gostam da cidade

 

 

Leia também

Notícias
26 de novembro de 2021

Informação obtida via LAI revela que MCTI recebeu dados do desmatamento em 1º de novembro

Ministro Marcos Pontes disse que dados não foram publicados antes da Conferência do Clima porque ele estava de férias. Agenda oficial registra férias entre 8 e 19 de novembro

Notícias
26 de novembro de 2021

Jornalismo digital brasileiro se une em campanha de financiamento

Ação reúne 26 organizações com objetivo de arrecadar doações para fortalecimento do jornalismo digital de qualidade

Reportagens
26 de novembro de 2021

MPF pede anulação da Licença de Instalação do Linhão Tucuruí na terra Waimiri Atroari

Ação aponta que União e a Transnorte agem ilegalmente no licenciamento da obra. Autossuficientes em energia elétrica, os Waimiri Atroari são contra o empreendimento e sentem “a floresta sangrar”

Mais de ((o))eco

Deixe uma resposta