Fotografia

Uma desconfiada raposa na Patagônia

Os animais do Parque Nacional Torres del Paine, no extremo sul da Patagônia chilena, se deixam fotografar com certa facilidade. Foto: Aldem Bourscheit

Redação ((o))eco ·
11 de abril de 2012 · 10 anos atrás
Aldem Bourscheit não vê paraísos apenas em praias franjadas de coqueiros sombreando a areia macia. Para ele, o Parque Nacional Torres del Paine, no extremo sul da Patagônia chilena, é um miríade de paisagens desconcertantes e um exemplo de organização. Graças ao clima quente e à corrida reprodutiva, os animais do Paine não ligam muito para os visitantes humanos e se deixam fotografar com certa facilidade. A área protegida abriga mais de uma centena de aves, como condores, patos selvagens e pica-paus, além de 25 mamíferos, como gambás, veados, pumas e desconfiadas raposas como esta da foto.

Leia também:
Patagônia tecnicolor

Leia também

Notícias
26 de novembro de 2021

Informação obtida via LAI revela que MCTI recebeu dados do desmatamento em 1º de novembro

Ministro Marcos Pontes disse que dados não foram publicados antes da Conferência do Clima porque ele estava de férias. Agenda oficial registra férias entre 8 e 19 de novembro

Notícias
26 de novembro de 2021

Jornalismo digital brasileiro se une em campanha de financiamento

Ação reúne 26 organizações com objetivo de arrecadar doações para fortalecimento do jornalismo digital de qualidade

Reportagens
26 de novembro de 2021

MPF pede anulação da Licença de Instalação do Linhão Tucuruí na terra Waimiri Atroari

Ação aponta que União e a Transnorte agem ilegalmente no licenciamento da obra. Autossuficientes em energia elétrica, os Waimiri Atroari são contra o empreendimento e sentem “a floresta sangrar”

Mais de ((o))eco

Deixe uma resposta