Fotografia

O fim de tarde na Ilha do Bananal

Após uma tarde úmida a noite chega à aldeia Boto Velho, localizada na Terra Indígena Inãwébohona. Foto: Leilane Marinho

Redação ((o))eco ·
28 de junho de 2012 · 9 anos atrás
A repórter Leilane Marinho esteve em 2011 na Ilha do Bananal. Localizada no estado de Tocantins, é a maior ilha fluvial do mundo com quase 2 milhões de hectares. No fim de uma tarde úmida ela atravessou o rio Javaé e retratou a chegada da noite na aldeia Boto Velho, que fica na Terra Indígena Inãwébohona. Veja aqui outras fotos da Ilha do Bananal.

  

Leia também

Notícias
2 de dezembro de 2021

Lideranças indígenas do Pará cedem à pressão de invasores e aceitam reduzir seu território pela metade

Caciques da TI Apyterewa disseram ao STF que, em “acordo” feito com invasores, aceitam redução de 392 mil hectares de suas terras

Notícias
2 de dezembro de 2021

Com maioria no Conama, governo federal impõe mudanças no CNEA

Conama aprova alterações no Cadastro Nacional de Entidades Ambientalistas e impõe mais burocracia e custos para a participação da sociedade civil no conselho

Reportagens
2 de dezembro de 2021

Secas recorrentes afetam a capacidade de recuperação da Floresta Amazônica, alerta estudo

Nas últimas duas décadas, a Floresta Amazônica tem sido impactada por secas cada vez mais intensas e frequentes. As mais severas ocorreram em 2005, 2010 e 2015

Mais de ((o))eco

Deixe uma resposta