Fotografia

Incêndio deixa cicatriz em área preservada nos EUA

Neste que é um dos verões mais quente das últimas décadas nos EUA, incêndio queima 70 km2 da Floresta Nacional de Pike e destrói 346 casas.

Redação ((o))eco ·
10 de julho de 2012 · 9 anos atrás
Entre os dias 23 de junho e 5 de julho de 2012 mais de 70 quilômetros quadrados da Floresta Nacional de Pike, nos EUA, já haviam sido queimados por um  grande incêndio florestal. Os ventos fortes e a vegetação extremamente seca, neste que é um dos verões mais quente das últimas décadas nos EUA, contribuiram para que o fogo se propagasse com violência e danificasse ou destruísse completamente 346 casas no município de Colorado Springs. Nesta imagem divulgada pela NASA no dia 4 de julho, a vegetação aparece em tons de vermelho, enquanto a área queimada está representada em marrom. O fogo ainda queimava, mas 90% do incêndio já estava controlado.

(via Gizmodo e Earth Observatory/NASA)

Leia também

Análises
29 de novembro de 2021

Compatibilizar o incompatível é solução pra quê?

Querem mudar a Lei do SNUC através de um instrumento obtuso sem suporte científico, que ignora tudo que a legislação estabelece no que concerne à proteção da nossa biodiversidade

Salada Verde
29 de novembro de 2021

ICMBio abre concurso para 171 vagas

Edital publicado nesta segunda-feira (29) oficializa o concurso para servidores do órgão ambiental, com 61 vagas para analistas e 110 de técnicos

Notícias
29 de novembro de 2021

Conama volta a debater proposta que restringe cadastro de entidades ambientalistas

As alterações propostas aumentam a burocracia e diminuem a ampla participação das entidades ambientalistas no Conama. Organizações socioambientais pedem pela rejeição do projeto

Mais de ((o))eco

Deixe uma resposta