Fotografia

As 10 melhores imagens de 2013

Uma seleção dos momentos mais populares do anode 2013. Momentos escolhidos por vocês, caros leitores. Divirtam-se!

Redação ((o))eco ·
23 de dezembro de 2013 · 8 anos atrás

Todos os meses, aqui no ((o))eco, buscamos apresentar aos nossos leitores não apenas belas imagens, mas registros que tragam boas histórias, alertas e curiosidades sobre o meio ambiente. A seguir, uma seleção das imagens mais populares de 2013 entre nossos leitores. Confira!

 

10. Remando lixo acima

Em meio à sujeira, o pescador de lixo busca garrafas PET e latas de alumínios. Esta foto foi tirada no igarapé próximo ao bairro de Educandos, em Manaus, pelo repórter ((o))eco Vandré Fonseca. Durante o período de cheia, o lixo acumulado fica todo boiando nos igarapés.

 

9. O verde levanta vôo

No meio do Pantanal, a revoada de um bando de periquitos príncipe negros (Nandayus nenday) foi registrada pelo fotógrafo Palê Zuppani. Veja o ensaio completo em Registro da fauna pantaneira feito para ((o))eco em março/2011.

 

8. A beleza e a fragilidade das orquídeas

O Brasil possui várias espécies de orquídeas ameaçadas de extinção. Na foto do botânico Cláudio Nicoletti de Fraga, vemos a orquídea Cattleya schilleriana. Suas flores são deliciosamente perfumadas e apresentam um forte alto. Talvez a característica mais impressionante seja a coloração dos lábios, que são brancos com detalhes magenta. O Projeto Cores, criado pelo botânico, buscou conhecer mais sobre essas belas espécies, além de desenvolver técnicas para recuperação e conservação de orquídeas em seu habitat natural.

 

7. Efêmeras florações: as flores do cerrado

Em 2008 o fotógrafo Carlos Secchin expôs no Jardim Botânico do Rio de Janeiro a exposição “Efêmeras florações”, onde registrou a curta floração de belíssimas plantas do cerrado brasileiro. Inspirado nas técnicas da botânica inglesa Margareth Mee, ele fez um tratamento gráfico especial para cada imagem. A foto acima é de uma Flor-do-cerrado (Calliandra dysantha), também conhecida popularmente como ciganinha, esponjinha e flor de caboclo. É considerada a flor símbolo do cerrado. Veja mais fotos da exposição.

 

6. Uma Tataré digna de um livro

Esta linda tataré (Chloroleucon tortum) foi clicada na cidade paulista de Lorena por nossa leitora Vanessa Emidio. A foto foi escolhida a vencedora do concurso #diadaarvoredoeco de 2013. Como bem disse Vanessa, não tem olhos que passem despercebidos por ela. A Tataré, também conhecida como Angico-branco ou Vinhático-de-espinho, é uma espinhenta árvore da família das Fabaceae que pode atingir 12 metros de altura.

 

5. Uma praia feita de lixo

Infelizmente o Rio de Janeiro tem servido de cenário para diversos dramas ecológicos, retratados por Custódio Coimbra, fotógrafo de O Globo, em importantes reportagens sobre a degradação de Sepetiba, Ilha Grande, Guapimirim e a Baía de Guanabara. Em Rio Cidade Água, trabalho permanentemente inacabado, ele explora as lagoas, baías e praias do Rio. Veja parte deste trabalho na galeria “Custódio Coimbra e a arte de um grande fotojornalista“.

 

4. Nosso planeta visto de Saturno

A sonda Cassini é a primeira sonda construída pelo homem a orbitar o planeta Saturno. No dia 19 de julho de 2013 a sonda enviou de volta uma rara imagem. Aquele pontinho mais brilhante, logo abaixo dos anéis, é o planeta Terra. Distante 1.44 bilhão de quilômetros, nossa casa está tão longe que apenas a presença de Saturno, bloqueando a luminosidade do Sol, permitiu que a sonda apontasse seus sensores em nossa direção.

 

3. Duelo de Titãs

No Everglades National Park. À esquerda, podendo chegar de 5 a 7 metros e comprimento e podendo pesar 90Kg, a píton birmanesa (Python bivittatus), uma das seis maiores espécies de cobras no planeta. À direita, com cerca de 4 metros e 450 kg, o jacaré-americano (Alligator mississippiensis) típico dos pântanos do sul dos Estados Unidos.  A foto de Lori Oberhofer captura a tensão do momento, mas deixa no ar quem sairá vencedor.

 

2. O lugar mais quente do mundo

Eleito por cinco anos consecutivos como o lugar mais quente do mundo, Dasht-e Lut — também conhecido como o Deserto de Lut — é um grande deserto de sal no sudeste da província de Kerman, no Irã. Na superfície arenosa deste deserto tem sido medidas temperaturas tão elevadas como 70,7°C. Um verdadeiro Inferno como apontou um de nossos leitores. 

 

1. O caçador nas presas da jibóia

A imagem mais popular de 2013! Capturada pelo biólogo Pablo Souza em Pedra Grande/RN para o site WikiAves – A Enciclopédia de Aves do Brasil (www.wikiaves.com.br), mostra a falta de sorte de um gavião-carijó (Rupornis magnirostris) ao encontrar o seu predador, a jibóia (Boa constrictor).

 

 *Artigo editado em 28/01/2014.

 

Leia também

Salada Verde
20 de outubro de 2021

Em comemoração de seus 10 anos, Onçafari lança concurso de fotografia

Fotógrafos profissionais e amadores podem se inscrever até o dia 14 de novembro. Vencedores terão a oportunidade de fotografar a fauna e flora existentes na sede da Onçafari, no Pantanal

Notícias
20 de outubro de 2021

INPE não tem recursos garantidos para pagamento de água e luz até final do ano

Destinação de R$ 5 milhões pela AEB deu um respiro ao Instituto, mas órgão ainda aguarda verba de outras fontes para honrar despesas de funcionamento até dezembro

Notícias
19 de outubro de 2021

Adote um Parque ganha nova fase com unidades de conservação da Caatinga

Nova etapa do programa de adoção das UCs criado por Salles terá foco em trilhas e incluirá dez áreas protegidas da Caatinga, entre elas, os parques nacionais da Chapada Diamantina e de Jericoacoara

Mais de ((o))eco

Deixe uma resposta