Notícias

Plástico para adubar o jardim

No futuro próximo, as embalagens poderão virar adubo. Em fase de desenvolvimento, novo plástico feito de matérias-primas naturais se degrada naturalmente e sem toxicidade.

Redação ((o))eco ·
22 de fevereiro de 2010 · 12 anos atrás

Da produção mundial de óleo e gás, 7% é destinada a manufatura de 150 milhões de toneladas anuais de plástico. Isso pode mudar. Cientistas do Imperial College London desenvolvem um novo plástico orgânico que um dia poderemos usar para compostagem na nossa, quem sabe, horta urbana. Feito a partir de árvores ou gramas de rápido crescimento, ou mesmo de restos da agricultura e comida, não precisará usar como insumo nenhuma colheita destinada a consumo humano, o que, para os cientistas, evitará problemas éticos. Outras finalidades de grande interesse são embalagens e medicina. Nessa última, por ser auto-degradável teria bom emprego em suturas  ou para liberar drogas no organismo.

Leia também

Análises
22 de outubro de 2021

Por uma nova onda de soluções para a resiliência e a saúde do oceano

Estudo do FMI estima que 8 milhões de toneladas de lixo plástico acabam no mar todos os anos, sendo 80% provenientes do continente. Se não mudarmos esse quadro, o oceano terá mais lixo do que peixes até 2050

Salada Verde
21 de outubro de 2021

Polícia Civil do Maranhão prende um dos homens que matou onça preta e se gabou nas redes sociais

Corpo do animal abatido foi filmado por três homens, que comemoraram o feito. O homem preso também será multado pelo Ibama.

Reportagens
21 de outubro de 2021

COP26 – Brasil tentou minimizar impacto das emissões da pecuária em relatório do IPCC

País também defendeu que aumento do desmatamento não é resultado da política atual brasileira. Outros países fizeram lobby para mudar relatório climático.

Mais de ((o))eco

Deixe uma resposta