Notícias

Consultas para criação do Parque Nacional da Furna Feia

Com mais de 200 cavernas em uma área que ocupara pouco mais de 10 mil hectares entre os municípios de Mossoró e Baraúna, a região tem a maior concentração de cavidades subterrâneas do Rio Grande do Norte.

Redação ((o))eco ·
5 de maio de 2011 · 11 anos atrás
Mapa da criação do PARNA Furna Feia. Clique para ampliar
Mapa da criação do PARNA Furna Feia. Clique para ampliar

Na próxima sexta e sábado, dia 6 e 7 de maio, serão realizadas duas consultas públicas sobre a implantação do Parque Nacional da Furna Feia, localizado nos municípios de Mossoró e Baraúna, no Rio Grande do Norte.

As consultas públicas são a última etapa da fase técnica para a criação de um parque nacional (PARNA) e estão sendo executado pelo Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) e pelo Ibama.

Na audiência, a população e as instituições que podem ser afetadas pela criação do Parque serão ouvidas logo após a exposição dos especialistas em cavernas, que explicarão em linguagem simples qual a importância da área a ser protegida, seus limites e consequências para o meio ambiente e para a economia local.

Com mais de 200 cavernas em uma área que ocupara pouco mais de 10 mil hectares entre os municípios de Mossoró e Baraúna, a região tem a maior concentração de cavidades subterrâneas do Rio Grande do Norte. Ao final das sessões são elaborados documentos que referendam as consultas ou que podem solicitar estudos complementares para eliminar todas as dúvidas. Só depois de terminada essa etapa é que a documentação pode ser encaminhada para a presidente da República. A unidade só é efetivamente criada após a assinatura e publicação no Diário Oficial da União do respectivo Decreto que a criação da nova unidade de conservação, conforme exigência do Artigo 225 da Constituição Federal.

Considerando apenas os ambientes terrestres, o Parque Nacional da Furna Feia seria a maior Unidade de Conservação no bioma Caatinga e a maior entre as de Proteção Integral do Estado do Rio Grande do Norte. As audiências, que começam sempre às 8h da manhã, estão abertas a toda população e acontecem dia 6 no municípios de Baraúna (no auditório da Câmara Municipal de Vereadores localizado na rua do Horto Florestal 506 – Centro) e dia 7 no município de Mossoró (no auditório da Ufersa localizado na Avenida Francisco Mota 572, Costa e Silva).

Saiba mais
Estudos técnicos para criação do Parque Nacional da Furna Feia  

Leia também

Notícias
26 de novembro de 2021

Jornalismo digital brasileiro se une em campanha de financiamento

Ação reúne 26 organizações com objetivo de arrecadar doações para fortalecimento do jornalismo digital de qualidade

Reportagens
26 de novembro de 2021

MPF pede anulação da Licença de Instalação do Linhão Tucuruí na terra Waimiri Atroari

Ação aponta que União e a Transnorte agem ilegalmente no licenciamento da obra. Autossuficientes em energia elétrica, os Waimiri Atroari são contra o empreendimento e sentem “a floresta sangrar”

Reportagens
25 de novembro de 2021

Morcegos são a salvação da lavoura (de milho) no Distrito Federal

Os mamíferos alados poupam o bolso de produtores ao devorarem lagartas e outros insetos que atacam os cultivos. Animais ainda são vistos com temor, agredidos e mortos na cidade e no campo

Mais de ((o))eco

Deixe uma resposta