Notícias

O melhor do ano em ((o))eco: Fotografia

Imagens em super alta velocidade, close-ups do mundo submerso e a sensibilidade de captar a seca e a cheia nos rios amazônicos. Um ano de fotos em ((o))eco.

Redação ((o))eco ·
27 de dezembro de 2012 · 9 anos atrás

Além das imagens capturadas pelas lentes de Margi Moss, Adriano Gambarini, Victor Moriyama e Enrico Marone, para citar alguns de nossos craques, também abrimos as páginas de ((o))eco para novos talentos. E eles nos surpreenderam ao nos presentear com imagens em super alta velocidade, close-ups do mundo submerso e a sensibilidade de captar a seca e a cheia nos rios amazônicos.

Entre junho e novembro de 2010 o astronauta norte-americano Douglas Wheelock fotografou e enviou via Twitter várias fotos de nosso planeta, mostrando suas belezas e as ameaças que enfrenta.
Gavião passou 10 anos amarrado com um cabo de aço. Quando viu tanta água não sabia se nadava ou parava para beber. Foto: Carolina Mourão
A primeira imagem de nosso planeta foi feita em preto e branco. A última é a mais incrível imagem em alta definição da Terra que existe.
Ensaio fotográfico em solo boliviano mostra os primeiros dias de vida de uma das aves mais enigmáticas e solitárias da Amazônia e do mundo.
Neste Dia da Terra, ((o))eco selecionou uma série de fotos de satélite que mostra os tons de verde de nossa pequena bolinha azul.
Marco Maia (PT-RS) posa junto com Paulo Piau e outros membros da bancada ruralista, a qual conseguiu aprovar o Código Florestal que queria. Foto: J.Batista/Agência Câmara
Ilhas artificiais, plantações no meio do deserto, milhões de luzes que iluminam a noite. Do espaço podemos ter uma visão mais ampla de como o homem é capaz de modificar o planeta.
A história dos Xavantes é de expulsão de suas terras originais pelo próprio governo, e a luta para reavê-las há 20 anos, desde a Rio92.
Presidente foi um dos principais alvos do protesto desta quarta-feira (20), no Centro do Rio de Janeiro, que reuniu 50 mil pessoas.
Longe do Riocentro e dos chefes de estado, a Cúpula dos Povos é aberta para todos. Para índios, para quem quer protestar, para quem quer dançar Maracatu.
O tremor devastou o país, mas apesar do sofrimento e da falta de acesso a serviços básicos, o haitiano sabe se adaptar e continuar sorrindo.
A cheia e a seca se sucedem, cada vez mais intensas, mostram os recordes. Presenciamos mudanças climáticas que nos surpreendem a cada ano.
A natureza desvendada na fração impossível do bote da cascavel ou da aranha que ataca a mosca, até as asas congeladas de uma bela ave.
A maior floresta tropical do planeta é também a mais biodiversa. Ela abriga milhões de espécies, das quais milhares ameaçadas pelo homem.
A fotografia subaquática é um desafio de plano e improviso, distâncias curtas, empurrões de baleias e busca de sintonia com os animais.
As árvores são os seres mais evoluídos. Se são capazes de viver mais de 2 milênios, certamente ‘sabedoria’ tem correndo em sua seiva.
No CBUC 2012 ((o))eco teve o prazer de conviver com boa parte da comunidade ambiental brasileira. Eis a nossa memória fotográfica do evento.
Cheguei à fotografia através do curso de espeleologia. Foi dentro das cavernas que comecei a aprender os mistérios da sombra e da luz.
Desde a década de 1960 os astronautas fotografam o nosso planeta. Veja uma seleção de fotos de rios brasileiros feitas por eles nos últimos 30 anos.
Confira borboletas de diferentes cores, desenhos e tamanhos, todas fotografadas durante a expedição Cicloamazônia, travessia de bicicleta pela Transamazônica.

Leia também

Salada Verde
15 de outubro de 2021

GLO ambiental não será renovada, anuncia Mourão

A operação acabou nesta sexta-feira (15). Atuação de militares não resultou em diminuição do desmatamento na Amazônia, mesmo com efetivo e orçamento maiores que dos órgãos ambientais

Notícias
15 de outubro de 2021

Justiça do México suspendeu revisão da meta climática, apresentada em 2020

Assim como o Brasil, o México revidou a meta para abaixo do estabelecido no Acordo de Paris. Greenpeace questionou na Justiça a nova NDC e ganhou

Reportagens
15 de outubro de 2021

Com acordo político, 1ª parte da Conferência da ONU sobre Biodiversidade chega ao fim na China

Mais de 100 países assinaram Declaração de Kunming, se comprometendo politicamente a preservar a biodiversidade do planeta

Mais de ((o))eco

Deixe uma resposta