Notícias

Costa Rica fecha os únicos dois zoológicos estatais

Animais serão transferidos para centros de resgate. Porém, a maioria continuará enjaulada, por não terem condições de sobreviverem sozinhos.

Daniele Bragança ·
5 de agosto de 2013 · 8 anos atrás
Animais sairão dos zoológicos, mas para sobreviver deverão permanecer em outro tipo de cativeiro. Foto: Wikimédia.
Animais sairão dos zoológicos, mas para sobreviver deverão permanecer em outro tipo de cativeiro. Foto: Wikimédia.

O Governo da Costa Rica resolveu fechar os dois únicos zoológicos estatais do país: o Zoológico Simon Bolivar e um centro de conservação localizado em Santa Ana. No lugar serão criados parques urbanos ou jardins botânicos para uso da população, sem animais em cativeiro. Para isso acontecer, o Ministério de Meio Ambiente e Energia (MINAE) decidiu não renovar o contrato com a Fundação de Proozologicos (Fudazoo), que administra os zoológicos há 20 anos.

“Decidimos comunicar a Fundazoo que não renovaremos o contrato. Estamos trabalhando, procurando um modelo para ter espaços que permitam a relação com a vida selvagem em sua forma direta”, disse Ana Lorena Guevara, a vice ministra do Meio Ambiente, que participou do anúncio feito à imprensa. O contrato com Fundazoo vence em maio de 2014.

O Parque Simon Bolivar abriga 71 espécies de aves, répteis, peixes, mamíferos e anfíbios. Já o Centro de Conservação de Santa Ana é uma área de 52 hectares onde se abriga o Museu Histórico Agrícola, além de espécies domésticas e selvagens.

O anúncio foi feito no dia 22 de junho. Mais de 342 animais serão transferidos para 28 centros de resgate administrados pelo sistema de unidades de conservação. Alguns serão soltos nas reservas florestais do país, mas a maioria continuará vivendo em cativeiro, pois não sabem se defender nem procurar comida.

Mesmo com o anúncio da transferência para centros de resgate, zoológicos privados ainda se empenham em conseguir a guarda de animais como jaguares, crocodilos e leões, que atraem público para seus negócios.

Para o ministro René Castro, do Meio Ambiente e Energia, o governo tem a responsabilidade de responder ao aumento da consciência ambiental da Costa Rica, “que não quer ver animais enjaulados”.

  • Daniele Bragança

    É repórter especializada na cobertura de legislação e política ambiental. Formada em jornalismo pela Universidade do Estado d...

Leia também

Análises
28 de maio de 2013

Zoos e aquários têm papel importante na conservação

Os críticos dos zoológicos esquecem do papel que essas instituições desempenham na conservação e recuperação de espécies ameaçadas.

Salada Verde
15 de outubro de 2021

GLO ambiental não será renovada, anuncia Mourão

A operação acabou nesta sexta-feira (15). Atuação de militares não resultou em diminuição do desmatamento na Amazônia, mesmo com efetivo e orçamento maiores que dos órgãos ambientais

Notícias
15 de outubro de 2021

Justiça do México suspendeu revisão da meta climática, apresentada em 2020

Assim como o Brasil, o México revidou a meta para abaixo do estabelecido no Acordo de Paris. Greenpeace questionou na Justiça a nova NDC e ganhou

Mais de ((o))eco

Deixe uma resposta