Notícias

Mato Grosso e Pará, os campeões de desmatamento na Amazônia

Imagens de satélite indicam que nos últimos 25 anos, em meio ao avanço da fronteira agrícola, estados são os que mais tiveram áreas devastadas.

Daniel Santini ·
16 de janeiro de 2014 · 8 anos atrás

De 1988 a 2013, foram desmatados 402.614 km2 nos nove estados brasileiros localizados dentro da Amazônia. É o que apontam levantamentos feitos com base em imagens de satélite pelo Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE), dentro do Projeto Prodes de Monitoramento da Floresta Amazônica. Trata-se de uma área maior que a do estado de Goiás (340.086 km2). 

Desde o ano que o Brasil promulgou sua Constituição Federal, Pará e Mato Grosso são os estados que mais desmataram entre todos da Amazônia em termos absolutos. Ambos estão localizados no “Arco de Fogo do Desmatamento”, conjunto de áreas em que a floresta vem sendo destruída para dar lugar a pecuária e latifúndios com lavouras de monocultivo, marcadas pelo alto uso de agrotóxicos.

Em termos gerais, considerando áreas da Amazônia Legal e outras áreas, em meio ao avanço das fronteiras agrícolas em direção à floresta nos últimos 25 anos, o Mato Grosso foi o campeão de desmatamento, conforme é possível visualizar no gráfico abaixo.

 

 

A quantidade de áreas desmatadas por ano no período variou conforme é possível observar no gráfico abaixo. Cabe destacar que os números são absolutos e que, se fossem relativos à área proporcional de cada estado, estados com menor área e altos índices, como Rondônia, estariam no topo da tabela. 

 

 

Mesmo considerando apenas as áreas da Amazônia Legal, recorte feito a partir de 2000 pelas equipes de monitoramento, Pará e Mato Grosso seguem em destaque.

 

 

Abaixo, a evolução ano a ano consideradas somente as áreas de Amazônia Legal.  

 

Por último, vale observar a variação de desmatamento nos nove estados da Amazônia ano a ano desde 1988.

 

Aqui os mapas do InfoAmazoniacom os dados de desmatamento do Mato Grosso e Pará

Clique aqui para acessar a página do PRODES e aqui para baixar uma tabela em excel com os dados.

 

 

* Os dados de 2013 são estimativas.

 

Leia também:
Zangada, ministra anuncia aumento de 28% no desmatamento
Terras Indígenas demarcadas ajudam a frear desmatamento
Dinheiro público financia avanço da pecuária na Amazônia

 

 

  • Daniel Santini

    Responsável pela plataforma ((o)) eco Data. Especialista em jornalismo internacional, foi um dos organizadores da expedição c...

Leia também

Notícias
20 de outubro de 2021

INPE não tem recursos garantidos para pagamento de água e luz até final do ano

Destinação de R$ 5 milhões pela AEB deu um respiro ao Instituto, mas órgão ainda aguarda verba de outras fontes para honrar despesas de funcionamento até dezembro

Notícias
19 de outubro de 2021

Adote um Parque ganha nova fase com unidades de conservação da Caatinga

Nova etapa do programa de adoção das UCs criado por Salles terá foco em trilhas e incluirá dez áreas protegidas da Caatinga, entre elas, os parques nacionais da Chapada Diamantina e de Jericoacoara

Notícias
18 de outubro de 2021

Websérie traz o elo entre o ser humano e a natureza do Rio de Janeiro

Personagens que possuem uma conexão especial com a paisagem natural da cidade são apresentados na websérie do documentarista e fotógrafo carioca, Rafael Duarte

Mais de ((o))eco

Deixe uma resposta