Fotografia

A recuperação da mata na Estrada Velha de Santos

Desbravada pelo padre José de Anchieta, a hoje intitulada Estrada Caminho do Mar luta para recuperar o santuário que um dia foi.

Victor Moriyama ·
16 de julho de 2014 · 10 anos atrás

A estrada “Caminho do Mar”, antiga Estrada Velha de Santos, atualmente é um local fechado para trânsito e aberto apenas para veículos oficiais e turistas que se aventuram a percorrê-la a pé ou de bicicleta. São 9 km de extensão que ligam o litoral de São Paulo à região do Grande ABC paulista, passando por uma área industrial que ainda polui a paisagem.

O desenvolvimento industrial desenfreado, nos anos 70 e 80, em Cubatão, provocou longos períodos de chuva ácida, responsável por corroer boa parte da vegetação nativa da Serra do Mar. A mão-de-obra atraída pela indústria fez a população crescer rápido e com ela a construção de bairros inteiros, modificando o relevo local.

A revitalização do caminho está nos planos do Governo do estado de São Paulo, que desde 2007 desenvolve o Programa Serra do Mar, que visa garantir a recuperação da Mata Atlântica no litoral paulista. O programa abrange a recuperação de 332 mil hectares.

Um dos pontos chaves é a remoção dos bairros Cota (nome dado a ocupações altas nos morros, a 95, 100 e 200 metros) é a transferência dos moradores para bairros populares na cidade de Cubatão. Do total de 9 mil famílias que habitam os bairros Cota, cerca de 4 mil já foram transferidas pelo projeto. Outro desafio é a preservação das comunidades originárias da região, formada por caiçaras, quilombos e indígenas. O projeto prevê ainda a criação de um Jardim Botânico a ser construído no atual Bairro da Água Fria, localizado próximo ao Rio Cubatão.

Potencial turístico

O Projeto Serra do Mar pretende desenvolver mecanismos que estimulem o ecoturismo na região, com alto potencial e ainda pouco explorado.

Atualmente, ciclistas podem solicitar à administração da estrada Caminho Do Mar autorização para realização de passeios. Um conjunto de cachoeiras ainda pouco exploradas também são chamarizes do local. Durante a descida do percurso além de desfrutar da bela vista para a baixada Santista, o turista ainda encontra construções históricas do período do Império em ótimo estado de conservação. Painéis de azulejo retratam barões e regentes do período como o Regente Feijó e estão abertos a visitação.

Lugar de onça

Encontram-se também entre nós as panteras, das quais há duas variedades: umas são de cor de veado, menores essas e mais bravias; outras são malhadas e pintadas de várias cores: destas encontram-se em todos os lugares.”

Carta De São Vicente (1560)

O trecho descrito acima foi escrito pelo padre José de Anchieta há pouco mais de 4 séculos e meio. Pioneiro no desbravamento da Serra do Mar, Anchieta mostram a dimensão da riqueza que resolvemos devastar.

Leia Também
O Caminho do Ouro
ICMBio lança “Caminhos da Serra do Mar”
Cicloturismo com macacos na descida da Serra do Mar

  • Victor Moriyama

    Victor Moriyama é um fotojornalista brasileiro baseado em São Paulo.

Leia também

Notícias
24 de julho de 2024

Os tubarões-martelo estão de volta ao arquipélago de Alcatrazes!

Pesquisa registra aumento do avistamento de tubarões-martelo no Refúgio de Vida Silvestre do Arquipélago de Alcatrazes, no litoral norte de São Paulo

Análises
24 de julho de 2024

Portão do Inferno, um risco para o país

Governo de MT sinaliza que aguardará fim do Festival de Inverno para iniciar desmonte de parte do paredão do Parque da Chapada dos Guimarães. ICMBio diz que obra pode inviabilizar funcionamento da UC

Salada Verde
24 de julho de 2024

A gangorra climática das árvores da Mata Atlântica

Pesquisa inédita aponta que as plantas estão subindo ou descendo montanhas em busca de temperaturas mais amenas

Mais de ((o))eco

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.