Notícias

Transpetro é multada em 50 milhões por omitir vazamento

De acordo com o Instituto Estadual do Ambiente do estado do Rio, o dano causado pelo derramamento é maior do que o informado pela empresa.

Daniele Bragança ·
18 de março de 2015 · 7 anos atrás

[i]Imagem meramente ilustrativa[/i].
[i]Imagem meramente ilustrativa[/i].

O conselho diretor do Instituto Estadual do Ambiente (Inea) do estado do Rio de Janeiro decidiu multar a Transpetro em 50 milhões pelo derramamento de óleo na Baía da Ilha Grande. O montante reflete a suspeita do órgão de que a Transpetro omitiu a gravidade do derramamento, ocorrido na segunda-feira (16) durante transferência de carga entre navios no pier do Terminal Marítimo Maximiliano da Fonseca (Tebig), da Transpetro, em Angra dos Reis. Na terça, o órgão havia fixado a multa em 2,38 milhões de reais. A empresa nega ter retido a informação.  

Na ocasião, foram derramados 560 litros de óleo no local, de acordo com estimativa feita na primeira vistoria. A mancha chegou a tingir de preto o costão rochoso próximo ao terminal, que fica dentro da Área de Proteção Ambiental (APA) Tamoios, unidade de conservação estadual.

Porém uma segunda vistoria feita nesta quarta-feira mostrou que a extensão da mancha é muito maior, “o que leva a crer que a empresa omitiu informações ao Inea”, afirma a nota do órgão ambiental.

((o))eco entrou em contato com a assessoria de imprensa da Transpetro, que informou através de nota que não houve omissão de informação ao órgão ambiental pois “a apuração ainda não foi concluída”.  

Ainda de acordo com o comunicado, a empresa já iniciou as ações de combate ao dano: 18 embarcações próprias e quatro alugadas foram destacadas para ajudar na operação de limpeza da área. O Serviço de Operações de Emergência (Sopea) do INEA também está acompanhando as ações de contenção e recolhimento do óleo.

 

 

Leia Também
Multada empresa que derramou óleo no Rio Negro
Baía de Guanabara: vazamento da Petrobras completa 14 anos    
“Flaring”, prática das petroleiras que polui e desperdiça

 

 

 

  • Daniele Bragança

    É repórter especializada na cobertura de legislação e política ambiental. Formada em jornalismo pela Universidade do Estado d...

Leia também

Notícias
14 de janeiro de 2022

Thiago de Mello, conhecido como o “poeta da floresta”, morre aos 95 anos

Poeta e jornalista amazonense cantou em prosa e verso sua luta pela preservação da maior floresta tropical do mundo

Reportagens
14 de janeiro de 2022

Venenos usados na soja seguem prejudicando a produção de frutas no Rio Grande do Sul

Agrotóxicos contra pragas resistentes ao glifosato contaminam e destroem plantios de uvas e outras economias no estado. Questão aguarda decisão judicial há mais de 1 ano

Análises
14 de janeiro de 2022

Monitoramento do comércio de combustível de aviação ajuda no combate ao crime ambiental

Desregulamentação e desestatização não pode significar abandono total do controle da distribuição e revenda, sob risco de aumentar o descaminho do combustível e sua utilização em atividades criminosas

Mais de ((o))eco

Deixe uma resposta

Comentários 1

  1. Diego diz:

    Onde assisto ao filme? O link já era…