Notícias

Deputado do PDT, Thiago Pampolha será novo secretário de Meio Ambiente do Estado do Rio

O parlamentar assume no lugar de Altineu Côrtes e terá que lidar com o processo de licenciamento para autódromo em Deodoro, em cima da Floresta do Camboatá, na Zona Oeste, sua principal zona eleitoral

Emanuel Alencar ·
7 de outubro de 2020 · 1 anos atrás
Thiago Pampolha será nomeado novo secretario de Meio Ambiente do Rio. Foto: Alerj/Divulgação

Deputado estadual no terceiro mandato pelo PDT, Thiago Pampolha assumirá a Secretaria do Estado de Ambiente e Sustentabilidade (Seas) do Rio de Janeiro, no lugar de Altineu Côrtes, que volta a ocupar seu cargo como deputado federal (PL-RJ). É a segunda mudança desde o início do governo de Wilson Witzel, em janeiro de 2019. Também já passou pelo cargo Ana Lúcia Santoro, hoje no Jardim Botânico do Rio. Pampolha tem mandato discreto na área ambiental, embora atuasse como presidente da Comissão de Meio Ambiente da Assembleia Legislativa do Rio (Alerj). A escolha faz parte do movimento do governador em exercício, Cláudio Castro, em recuperar a base parlamentar perdida por Wilson Witzel.

Thiago Pampolha assume a Secretaria no momento em que a pasta dá prosseguimento ao processo de licenciamento do novo autódromo, na Floresta do Camboatá, em Deodoro, Zona Oeste do Rio. Ultimamente, o parlamentar não fez menção à proposta em suas redes sociais. No dia 11 de fevereiro, em sua conta no Facebook, Pampolha divulgou uma foto feita durante visita ao agora ex-secretário Altineu Cortes. “Levamos nossas reivindicações para limpeza e dragagem de diversos rios da nossa zona oeste que estão assoreados. Vamos em frente!”, escreveu.

“Pampolha é humilde e uma pessoa de diálogo. Vai melhorar bastante a interlocução da área ambiental do governo”, avalia uma fonte que esteve na gestão ambiental do governo Witzel.

Com 33 anos, o político tem base eleitoral nos bairros da Zona Oeste de Realengo e Bangu, e teve dor de cabeça depois das eleições de 2010, quando foi acusado de criar um programa de milhagem para os clientes de postos de gasolina – ele é sócio de cinco estabelecimentos – e se beneficiar eleitoralmente. Na ocasião, Pampolha foi eleito com pouco mais de 19 mil votos, e aos 23 anos, se tornou o mais jovem parlamentar da história da Alerj.

Pampolha com o agora ex secretário, Altineu Côrtes. Foto: Facebook/Reprodução

Em 2017, foi Secretário Estadual de Esporte Lazer e Juventude do Estado do Rio de Janeiro, em substituição a Marco Antônio Cabral, por decisão do ex-governador Luiz Fernando Pezão. Dois anos antes, o jovem parlamentar havia agraciado o amigo Marco Antônio com a Medalha Tiradentes, maior honraria da Alerj, por serviços prestados ao esporte no Estado do Rio.

Em dezembro de 2019, Pampolha foi um dos 39 deputados a votar a favor da liberação dos deputados presos pela operação Furna da Onça, que investigou esquemas de corrupção na Alerj e no governo do estado, beneficiando André Corrêa (DEM), Luiz Martins (PDT), Marcus Vinicius Neskau (PTB), Marcos Abrahão (Avante) e Chiquinho da Mangueira (MDB).

Já confirmada nos bastidores, a nomeação de Pampolha deve ser publicada nos próximos dias no Diário Oficial do Estado do Rio de Janeiro.  Atualização 07/10 às 21h: A nomeação de Pampolha foi confirmada em edição extra do Diário Oficial, publicada na noite desta quarta-feira (07).

 

Leia também

Defesa da Floresta do Camboatá une movimento ambientalista no Rio

Projeto que anexa Floresta do Camboatá em parque estadual avança na Alerj

Fiscal de meio ambiente de município no Rio é morto a tiros

  • Emanuel Alencar

    Jornalista, editor de Conteúdo do Museu do Amanhã e mestre em Engenharia Ambiental. É autor do livro “Baía de Guanabara – Des...

Leia também

Notícias
7 de outubro de 2020

Fiscal de meio ambiente de município no Rio é morto a tiros

O fiscal, Cezar Marendaz, estava a serviço da prefeitura de Japeri, município da Baixada Fluminense, quando foi morto a tiros. Polícia Civil investiga o caso

Notícias
13 de agosto de 2020

Projeto que anexa Floresta do Camboatá em parque estadual avança na Alerj

Proposta recebeu 4 emendas e deve voltar à pauta do plenário na semana que vem. Prefeitura quer construir novo autódromo no terreno da Floresta do Camboatá

Reportagens
17 de setembro de 2020

Defesa da Floresta do Camboatá une movimento ambientalista no Rio

Enquanto o processo de licitação do autódromo do Rio começa a aparecer nas páginas policiais, movimento em prol da floresta vira referência

Mais de ((o))eco

Deixe uma resposta

Comentários 2

  1. Edileuza de moura correa diz:

    Aqui na reserva florestal do barata esse cidadão não fez nada!


  2. Edileuza de moura correa diz:

    Mentiroso já está vindo pra sona oeste com mentiras!não fez nada aqui na reserva florestal do bairro do barata nada e fingindo que inaugurou o que não fez!