Notícias

Governo volta atrás e mantém semana do clima em Salvador

Ministério do Meio Ambiente havia recusado a oferta de sediar a Climate Week Latin America, evento marcado desde 2018 para ocorrer em agosto

Daniele Bragança ·
19 de maio de 2019 · 3 anos atrás
Foto: Ciro Amado/Wikipédia.

O Ministério do Meio Ambiente voltou atrás e deixará a Climate Week Latin America ser sediado no país. A semana do clima é um evento regional da Convenção do Clima da ONU que acontecerá de 19 a 23 de agosto. No começo da semana, o ministro Ricardo Salles não apenas cancelou o evento no país como afirmou que a reunião internacional só serviria para “a turma fazer turismo e comer acarajé”. O prefeito da capital baiana, ACM Neto (DEM), iniciou as tratativas para manter o evento na capital baiana, mesmo sem apoio do governo federal.

A Climate Week não é um evento preparatório para a Conferência das Partes do Clima, que ocorrerá no Chile após desistência do Brasil em sediá-lo. É uma reunião dedicada a negócios e troca de experiências para a crise do clima, e envolve maciçamente o setor privado.

Após desdenhar do evento, o ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, justifica o recuo com base na Agenda de Qualidade Ambiental Urbana e no Pagamento por Serviços Ambientais, dois assuntos ditos prioritários de sua gestão.

Em nota divulgada agora à tarde, o Ministério do Meio Ambiente afirma que mudou de posição após discutir o assunto com o prefeito de Salvador e o ministro das Relações Exteriores.

Leia a nota na íntegra.

 

Leia Também 

Prefeito contraria Salles e diz que quer manter semana do clima em Salvador

Temendo protestos, ministro manda cancelar reunião sobre clima em Salvador

 

 

 

  • Daniele Bragança

    É repórter especializada na cobertura de legislação e política ambiental. Formada em jornalismo pela Universidade do Estado d...

Leia também

Salada Verde
14 de maio de 2019

Temendo protestos, ministro manda cancelar reunião sobre clima em Salvador

Climate Week seria realizada em agosto e visa promover soluções para a crise climática; é o segundo evento internacional sobre o tema cancelado pelo governo Bolsonaro

Notícias
14 de maio de 2019

Prefeito contraria Salles e diz que quer manter semana do clima em Salvador

ACM Neto mandou secretário consultar ONU sobre possibilidade; Ministro do Meio Ambiente mandou cancelar evento por medo de protestos contra sua gestão

Notícias
1 de julho de 2022

Em vitória histórica, STF reconhece proteção do clima como dever constitucional

Com placar de 10 a 1, Supremo reconhece omissão deliberada do governo federal na gestão do Fundo do Clima e determina o restabelecimento do mecanismo

Mais de ((o))eco

Deixe uma resposta