Notícias

Parque Estadual da Serra do Papagaio sofre com intensas queimadas

Equipes estão no local combatendo o incêndio que deverá ser um dos maiores da história do parque. Homens armados ameaçaram os brigadistas com tiros para o alto

Sabrina Rodrigues ·
20 de setembro de 2017 · 4 anos atrás
O incêndio, no Parque Estadual da Serra do Papagaio, em Minas Gerais, já ocasionou um dano sem possibilidade de mensuração. Foto: Parque Estadual da Serra do Papagaio/Divulgação.
O incêndio, no Parque Estadual da Serra do Papagaio, em Minas Gerais, já ocasionou um dano sem possibilidade de mensuração. Foto: Parque Estadual da Serra do Papagaio/Divulgação.

Um incêndio de grandes proporções atinge o Parque Estadual da Serra do Papagaio, no Sul de Minas Gerais, desde o dia 12 de setembro. O fogo que começou de forma generalizada, agora, está sendo combatido na região de Aiuroca, na área conhecida como garcia/Pico do Papagaio. Na semana passada, homens armados ameaçaram, com tiros para o alto, as equipes de brigadistas que faziam combate ao incêndio na localidade.

Para o coordenador de áreas protegidas da regional sul de Minas, Rodrigo Martins Goulart, a ameaça e as características das linhas de fogo, localização e o início sincronizado de focos não deixam dúvidas: o incêndio foi criminoso.

Perguntado pelo ((o))eco se a identidade dos ameaçadores já havia sido identificada, Goulart preferiu não dar detalhes, mas disse que o caso está sendo investigado pela polícia e caso alguém tenha alguma pista do incendiário, pode denunciar de forma sigilosa pelo telefone 181.

Combate ao fogo
Esse é tido como um dos maiores incêndios que atingem o parque na história. Ainda não se sabe quantos hectares já foram atingidos pelo fogo. “O chapadão, berta, garcia, canjica, vargem entre outros sofreram bastante com a degradação. Vários animais encontrados mortos, campos e florestas ciliares em nascentes queimadas, um dano sem possibilidade de mensuração, ocasionado por alguém que deixará uma herança nebulosa para os seus próprios filhos, netos e “irmãos” humanos”, lamenta o coordenador.

O incêndio que começou de forma generalizada há 8 dias, surgindo em vários pontos da área, está sendo combatido por equipes com cerca de 80 brigadistas por dia do Instituto Estadual de Florestas (IEF), SEMAD/PREVINCÊNDIO, ICMBio (APA Mantiqueira), Bombeiro Militar, Fundação Matutu e voluntários da região dos incêndios. O combate ainda conta com 2 helicópteros, 4 aviões para lançamento de água, mais de 15 veículos traçados.

Criado pelo decreto n° 39.793, de 5 de agosto de 1998, e com área total de 22.917 hectares, o Parque Estadual da Serra do Papagaio está localizado na Serra da Mantiqueira, região sul de Minas Gerais e abrange os municípios de Aiuruoca, Alagoa, Baependi, Itamonte e Pouso Alto. É um dos últimos remanescentes de Mata Atlântica do Estado, adquirindo ainda maior importância por possuir formações mistas de campos, matas e áreas de enclave com Floresta de Araucária. A unidade abriga muitas espécies endêmicas e ameaçadas de extinção como o papagaio-de-peito-roxo (Amazona vinacea), também conhecido como papagaio-caboclo.

Foto: Parque Estadual da Serra do Papagaio/Divulgação.
Foto: Parque Estadual da Serra do Papagaio/Divulgação.
Foto: Parque Estadual da Serra do Papagaio/Divulgação.
Foto: Parque Estadual da Serra do Papagaio/Divulgação.
Foto: Parque Estadual da Serra do Papagaio/Divulgação.
Foto: Parque Estadual da Serra do Papagaio/Divulgação.
Foto: Parque Estadual da Serra do Papagaio/Divulgação.
Foto: Parque Estadual da Serra do Papagaio/Divulgação.
Foto: Parque Estadual da Serra do Papagaio/Divulgação.
Foto: Parque Estadual da Serra do Papagaio/Divulgação.

Leia Também

Incêndio consome 332 mil hectares no Parque Nacional do Araguaia

Queimadas em Unidades de Conservação dobram no primeiro semestre de 2015

Quem causa os Incêndios florestais – o tempo seco ou o fósforo aceso?

  • Sabrina Rodrigues

    Repórter especializada na cobertura diária de política ambiental. Escreveu para o site ((o)) eco de 2015 a 2020.

Leia também

Análises
25 de agosto de 2006

Quem causa os Incêndios florestais – o tempo seco ou o fósforo aceso?

Os incêndios que consomem as matas brasileiras nesta época do ano não são provocados pelo clima seco, mas por ações humanas ignoradas pela sociedade. É arriscado banalizar o fogo.

Reportagens
25 de junho de 2015

Queimadas em Unidades de Conservação dobram no primeiro semestre de 2015

 Foram identificados 10.036 focos de incêndio entre 1º de janeiro e 22 de junho de 2015, enquanto em 2014 havia 4.798, um aumento de 109,23%.

Notícias
19 de setembro de 2017

Incêndio consome 332 mil hectares no Parque Nacional do Araguaia

Unidade de conservação sofre há quase um mês com queimadas que já destruíram 332.412 hectares. Equipes de combates estão no local

Mais de ((o))eco

Deixe uma resposta

Comentários 1

  1. paulo diz:

    Vamos mudar o nome, parque estadual da serra queimada. Todo ano acontece.