Reportagens

Emissões trarão mais intensos furacões

Furacões com ventos superiores a 210 quilômetros por hora aumentarão em 80% no Atlântico se emissões continuarem crescendo, diz estudo.

Redação ((o))eco ·
22 de janeiro de 2010 · 12 anos atrás

Um novo estudo da NASA publicado pela revista Nature sugere que o número anual de furacões intensos (categorias 4 e 5) no Oceano Atlântico vai aumentar – e muito – até o final deste século em resposta ao aquecimento do planeta. Os pesquisadores reconheceram que o número total de tempestades deve cair, mas em compensação a quantidade de eventos extremos vai subir cerca de 80% em relação ao que temos hoje. A força dos furacões é mensurada em categorias que vão de 1 a 5. A categoria 4 apresenta ventos de 210 a 249 quilômetros por hora e a 5 acima de 250km/h. O estudo foi baseado nos cenários de emissões projetados pelo Painel Intergovernamental de Mudanças Climáticas (IPCC).

Leia também

Notícias
22 de outubro de 2021

“Adote um ninho”: Conheça a campanha para a preservação dos papagaios brasileiros

Campanha busca incentivar a proteção dos papagaios por meio da construção de ninhos artificiais para suprir a falta de cavidades naturais, que estão diminuindo por conta do desmatamento

Análises
22 de outubro de 2021

Por uma nova onda de soluções para a resiliência e a saúde do oceano

Estudo do FMI estima que 8 milhões de toneladas de lixo plástico acabam no mar todos os anos, sendo 80% provenientes do continente. Se não mudarmos esse quadro, o oceano terá mais lixo do que peixes até 2050

Salada Verde
21 de outubro de 2021

Polícia Civil do Maranhão prende um dos homens que matou onça preta e se gabou nas redes sociais

Corpo do animal abatido foi filmado por três homens, que comemoraram o feito. O homem preso também será multado pelo Ibama.

Mais de ((o))eco

Deixe uma resposta

Comentários 1

  1. MARLI ALVES PEREIRA VASCONCELLOS diz:

    Não entendo o porquê esconder o rosto do homem, adulto!! Ele mostrou a cara nas redes sociais!! É preciso identificar criminosos.