Salada Verde

Desmatamento cai, mas degradação sobe

Imazon mostra em seu boletim mensal que corte raso cai 22% nos meses de agosto e setembro, mas corte seletivo sobre 213%  no período.

Redação ((o))eco ·
3 de novembro de 2010 · 12 anos atrás
Salada Verde
Sua porção fresquinha de informações sobre o meio ambiente
fonte: Imazon

O Instituto do Homem e Meio Ambiente da Amazônia (Imazon)  divulgou os dados coletados por seu Sistema de Alerta de Desmatamento (SAD) para o período de setembro de 2010. Foram detectados 170 quilômetros quadrados de desmatamento na Amazônia Legal, 21% menor do que o do mesmo período no ano passado.

O SAD pode monitorar 83% da área com cobertura florestal da Amazônia Legal, e apontou que o desmatamento ocorreu, principalmente, no Mato Grosso (85%). Foram 500 quilômetros quadrados desmatados, um aumento de 141% em relação a 2009.

fonte: Imazon

Uma comparação entre o acúmulo de degradação no período de agosto a setembro de 2010 com o mesmo período do ano anterior, demonstrou que houve um aumento expressivo de 213%, um aumento de 1398 quilômetros quadrados. A degradação florestal total do período em 2010 foi de 2055 quilômetros quadrados. Diferentemente do desmatamento – que representa o corte raso da floresta – a degradação demonstra a retirada seletiva de porções da mata.

OImazon também calculou o desmatamento acumulado de agosto a setembro em 2010, os dois primeiros meses do calendário oficial de monitoramento da Amazônia. Os dados somam 380 quilômetros quadrados, uma redução de 22%. Esse acúmulo ainda traz 6 milhões de toneladas de C02 equivalentes, carbono advindo de emissões diretas ou indiretas, porém resulta em uma redução de 25% em relação ao ano passado.

Leia a publicação do Imazon sobre Transparência Florestal de setembro de 2010
 

 

Leia também

Salada Verde
25 de maio de 2022

CPI/PUC lança plataforma sobre os 10 anos do Código Florestal

Ferramenta concentra análises, pesquisas e dados sobre a implementação da Lei 12.651/2012 em todos os estados brasileiros

Notícias
25 de maio de 2022

Desmatamento na Mata Atlântica cresce 66% e chega a 21,6 mil hectares em 2021

Estados que estavam perto de atingir o desmatamento zero, como São Paulo e Sergipe, voltam a apresentar alta na destruição do bioma, revela Atlas

Notícias
25 de maio de 2022

Onças encontradas mortas no Pantanal foram envenenadas por agrotóxico, conclui PF

O inseticida Carbofurano, agrotóxico cuja venda é proibida no país, foi usado para envenenar as onças-pintadas. Carcaças foram encontradas em junho de 2021, já em estado de decomposição

Mais de ((o))eco

Deixe uma resposta