Salada Verde

Filhotes de tartaruga na Paraíba

Com ajuda de organização não-governamental, noventa rebentos de tartarugas-de-pente nasceram no domingo de Carnaval na praia de Intermares.

Redação ((o))eco ·
8 de março de 2011 · 11 anos atrás
Salada Verde
Sua porção fresquinha de informações sobre o meio ambiente
A corrida pela vida: filhotes a caminho do mar (foto Ibama/divulgação)
A corrida pela vida: filhotes a caminho do mar (foto Ibama/divulgação)
Noventa tartarugas-de-pente (Eretmochelys imbricata) nasceram na praia de Intermares, no Município de Cabedelo – PB, nesse domingo de carnaval, dia 6.

O nascimento foi acompanhado pela ONG Associação Guajiru  - que desenvolve projetos pela conservação das tartarugas – e pelo superintendência do Ibama na Paraíba.

A tartaruga-de-pente é a espécie mais comum das tartarugas marinhas encontrada nos pontos de desova nas praias da Paraíba. Chega a cifra de 90% de ninhos, pode medir até 1,10 metros de casco, pesar 80 quilogramas e viver até 100 anos.

Durante 50 dias ficam incubados na areia os ovos das tartarugas, numa média de 150 ovos no período de desova, que vai de setembro a abril na costa paraibana.


Nesse período de incubação, os integrantes da Associação Guajiru, através do Projeto Tartarugas Urbanas, conduzido pela bióloga Rita Mascarenhas, acompanham e protegem os ninhos, garantindo assim que as tartarugas filhotes cheguem ao Oceano Atlântico.

Rita mascarenhas auxiliando o nascimento das tartarugas (foto: divulgação/Ibama-PB)
Rita mascarenhas auxiliando o nascimento das tartarugas (foto: divulgação/Ibama-PB)

Todo esse cuidado se deve a reprodução lenta desses animais: somente quando completam 30 anos que as tartarugas marinhas entram na idade de reprodução.

De acordo com Rita, na temporada de desova 2010-2011, já foram catalogados 85 ninhos de tartarugas, sendo quatro localizados na praia de Cabo Branco, em João Pessoa, e os demais distribuídos nas praias do Bessa, Manaíra e Intermares. “Só nesta temporada de desova facilitaremos o nascimento de cerca de 10 mil tartarugas”. (Daniele Bragança com informações do IBAMA-PB)

Para saber mais
Adriana e as tartarugas – heroínas anônimas
Tartaruga desavisada põe ovos na praia mais famosa de Recife


Leia também

Análises
29 de novembro de 2021

Compatibilizar o incompatível é solução pra quê?

Querem mudar a Lei do SNUC através de um instrumento obtuso sem suporte científico, que ignora tudo que a legislação estabelece no que concerne à proteção da nossa biodiversidade

Salada Verde
29 de novembro de 2021

ICMBio abre concurso para 171 vagas

Edital publicado nesta segunda-feira (29) oficializa o concurso para servidores do órgão ambiental, com 61 vagas para analistas e 110 de técnicos

Notícias
29 de novembro de 2021

Conama volta a debater proposta que restringe cadastro de entidades ambientalistas

As alterações propostas aumentam a burocracia e diminuem a ampla participação das entidades ambientalistas no Conama. Organizações socioambientais pedem pela rejeição do projeto

Mais de ((o))eco

Deixe uma resposta