Salada Verde

Repórter Brasil lança manual com opinião forte sobre Rio+20

Conceito de economia verde baseado na mercantilização da natureza é criticado na publicação, feita pela ONG, e posto no centro do debate.

Redação ((o))eco ·
11 de junho de 2012 · 9 anos atrás
Salada Verde
Sua porção fresquinha de informações sobre o meio ambiente
 

Especializada em combater o trabalho escravo, a organização não-governamental Repórter Brasil inovou ao lançar no último dia 4 de junho uma cartilha para jornalistas sobre o que será discutido e implementado na Conferência das Nações Unidas sobre Desenvolvimento Sustentável, a Rio+20.

A publicação “O Lado B da Economia Verde – Roteiro para uma cobertura jornalística crítica da Rio+20” tenta guiar jornalistas através do cipoal de temas da conferência. Uma salada de siglas precisa ser compreendida, tais como MDL (Mecanismos de Desenvolvimento Limpo); REDD (Redução de Emissões por Desmatamento e Degradação, Conservação, Manejo Florestal Sustentável) e PSA (Pagamento por Serviços Ambientais).

Mas a cartilha, de 24 páginas, não é apenas um glossário. Discute mercado de carbono, sistema financeiro e proteção do meio ambiente, enfatizando a ótica que repudia a chamada mercantilização da natureza. Também defende a Cúpula dos Povos, evento paralelo à Rio+20 e espaço de debates da sociedade civil.

“A premissa de que a proteção do meio ambiente só ocorrerá se for lucrativa, ou que só podemos preservar pagando por isso, enfraquece o Estado de Direito e o cumprimento da lei (…). Acima de tudo, nega o fato de que as crises climáticas e ambientais são decorrência direta de um modelo de desenvolvimento intrinsecamente predador e depredador”, diz a introdução da cartilha.

Produzida pelo Repórter Brasil em parceria da Fundação Heinrich Boell, a publicação está disponível em PDF. Apesar de voltado para jornalistas, o texto é acessível e interessante para todos os que desejam se aprofundar no assunto.

Leia também

Notícias
20 de outubro de 2021

Desmatamento na Amazônia já chega a quase 9 mil km² em 2021, mostra Imazon

Somente em setembro foram destruídos 1.224 km² de floresta, área equivalente a mais de 4 mil campos de futebol por dia. Números sãos os maiores em 10 anos

Salada Verde
20 de outubro de 2021

Em comemoração de seus 10 anos, Onçafari lança concurso de fotografia

Fotógrafos profissionais e amadores podem se inscrever até o dia 14 de novembro. Vencedores terão a oportunidade de fotografar a fauna e flora existentes na sede da Onçafari, no Pantanal

Notícias
20 de outubro de 2021

INPE não tem recursos garantidos para pagamento de água e luz até final do ano

Destinação de R$ 5 milhões pela AEB deu um respiro ao Instituto, mas órgão ainda aguarda verba de outras fontes para honrar despesas de funcionamento até dezembro

Mais de ((o))eco

Deixe uma resposta