Salada Verde

Ibama apreende oito cobras-do-milho em Centro de Distribuição dos Correios

O caso ocorreu no Centro de Triagem e Distribuição de Indaiatuba, em São Paulo. Funcionários identificaram carga suspeita e acionaram os agentes de fiscalização

Sabrina Rodrigues ·
20 de janeiro de 2019 · 3 anos atrás
Salada Verde
Sua porção fresquinha de informações sobre o meio ambiente
Operadores de raios-X do Centro de Triagem e Distribuição dos Correios de Indaiatuba identificaram um pacote com oito cobras-do-milho. Foto: Ibama/Divulgação.

Oito cobras-do-milho (Pantherophis guttatus) estavam prontas para serem enviadas para um destinatário em Salto, município de São Paulo, quando operadores de raios-X, durante uma rotina de inspeção no Centro de Triagem e Distribuição dos Correios de Indaiatuba (SP), identificaram a carga viva. O caso ocorreu na quinta-feira (17) e os agentes da Unidade Técnica do Ibama no Aeroporto Internacional de Viracopos foram acionados.

Os agentes do Ibama junto com a 4ª Companhia da Polícia Militar (PM) Ambiental de Campinas (SP) se dirigiram até a residência do destinatário, que não teve o nome revelado, e lá encontraram outras 33 serpentes da mesma espécie em fase adulta.

O infrator foi autuado em R$ 3,4 mil por introduzir no país espécie exótica que não tem ocorrência natural em território nacional, sem parecer técnico favorável ou licença expedida pelo órgão ambiental competente.

As oito serpentes apreendidas no Centro de Distribuição dos Correios de Indaiatuba, foram encaminhadas ao Centro de Reabilitação de Animais Silvestres Mata Ciliar em Jundiaí (SP).

O chefe da Unidade Técnica do Ibama no Aeroporto de Viracopos, Luís Antônio Lima, informa que as investigações continuarão para que seja descoberta a origem dos animais traficados.

*Com informações da Assessoria de Comunicação do Ibama

 

Leia Também

Serpentes venenosas são vendidas em grupos de WhatsApp

Ibama identifica 1277 animais vendidos pela internet e monta operação

Tráfico de animais silvestres: Maldade de estimação

 

 

  • Sabrina Rodrigues

    Repórter especializada na cobertura diária de política ambiental. Escreveu para o site ((o)) eco de 2015 a 2020.

Leia também

Reportagens
12 de maio de 2015

Tráfico de animais silvestres: Maldade de estimação

Transformar um animal silvestre em pet, além de crime, é maldade. Para cada um que ganha um dono, nove morrem na captura ou no transporte.

Salada Verde
6 de junho de 2018

Ibama identifica 1277 animais vendidos pela internet e monta operação

Trabalho com a Polícia Federal resultou no cumprimento de 34 mandados de busca e apreensão, resgate de 134 animais, 12 pessoas detidas e multa de mais de R$ 500 mil

Reportagens
4 de novembro de 2018

Serpentes venenosas são vendidas em grupos de WhatsApp

O arriscado comércio ilegal de cobras venenosas exóticas foi detectado pelo monitoramento realizado pela Renctas em redes sociais

Mais de ((o))eco

Deixe uma resposta