Salada Verde

Ibama detém infratores com mil aves mortas em Sergipe

A Operação Migratorius resultou na apreensão de mil aves abatidas, 14 autos de infração e dezoito pessoas detidas. Os animais abatidos foram incinerados

Sabrina Rodrigues ·
4 de setembro de 2017 · 5 anos atrás
Salada Verde
Sua porção fresquinha de informações sobre o meio ambiente
Aves mortas, motos e equipamentos apreendidos na Operação Migratorius. Foto: Ibama/Divulgação.
Aves mortas, motos e equipamentos apreendidos na Operação Migratorius. Foto: Ibama/Divulgação.

 

Na sexta-feira (01), o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais (Ibama) divulgou os resultados de uma operação realizada, no dia 25 de agosto, em combate à caça, na divisa dos municípios de Itabi e Gararu, em Sergipe. A ação batizada de “Operação Migratorius” resultou na apreensão de mil aves abatidas e na aplicação de 14 autos de infração, que totalizaram um montante de R$ 329 mil. Além disso, dezoito pessoas foram detidas.

Os agentes do Ibama receberam denúncias que os levaram até o sertão do Sergipe. No local, os servidores do órgão federal iniciaram a operação para interromper a matança de aves em rota migratória. Cerca de 200 caçadores abatiam cardineiras (Zenaida auriculata).

Conhecida também como pomba-do-sertão, avoante e arribaçã, a Zenaida auriculata é uma ave gregária, formando bando de indivíduos durante as migrações. A ave tem o hábito de fazer ninhos diretamente no solo da caatinga, em áreas conhecidas como pombais, que chegam a ter 12km² de extensão, com 3 a 4 ninhos por km². Hábito que torna a ave uma presa fácil.

Os técnicos do Ibama calculam que aproximadamente 2 mil aves eram mortas por dia. Os infratores poderão ser denunciados pelo Ministério Público e responsabilizados judicialmente por crime ambiental conforme o Decreto 6.514/08. Os animais abatidos foram incinerados na região de Capela (SE).

*Com informações da Assessoria de Comunicação do Ibama.

Leia Também

Ibama e polícia apreendem mais de mil partes de animais no Rio

Ibama apreende peles de onças-pintadas em Mato Grosso

‘Não fui eu’, diz Henri Castelli sobre mero abatido

 

  • Sabrina Rodrigues

    Repórter especializada na cobertura diária de política ambiental. Escreveu para o site ((o)) eco de 2015 a 2020.

Leia também

Notícias
16 de agosto de 2017

‘Não fui eu’, diz Henri Castelli sobre mero abatido

Ator se desculpa após polêmica sobre foto com peixe mero morto, na garupa de uma moto. Disse que ficou impressionado com o tamanho do peixe levado por um pescador

Salada Verde
23 de fevereiro de 2015

Ibama apreende peles de onças-pintadas em Mato Grosso

Apreensão foi em uma fazenda próxima da cidade de Apiacás, no interior do estado. Três pessoas foram presas e multadas em 60 mil reais.

Salada Verde
23 de agosto de 2017

Ibama e polícia apreendem mais de mil partes de animais no Rio

Os agentes encontraram diversas partes de espécies silvestres e exóticas que eram negociadas em uma rede social por um traficante

Mais de ((o))eco

Deixe uma resposta

Comentários 1

  1. AAI diz:

    Pior é que nem ficam detidos, aí, amanhã já estarão caçando novamente!