Salada Verde

Procuradoria eleitoral representa contra Ricardo Salles

PRE-SP acusa o futuro ministro de abuso de poder econômico e uso indevido dos meios de comunicação social nas eleições e pede a cassação de registro

Daniele Bragança ·
11 de dezembro de 2018 · 4 anos atrás
Salada Verde
Sua porção fresquinha de informações sobre o meio ambiente
TRE-SP. Foto: Ascom TRE/Flickr.

A Procuradoria Regional Eleitoral (PRE-SP) em São Paulo ajuizou uma ação contra Ricardo de Aquino Salles, futuro ministro do Meio Ambiente, que assume em janeiro. Salles foi candidato a deputado federal pelo Partido Novo. Não se elegeu, mas conseguiu a vaga de suplente de deputado federal. A PRE o acusa de abuso de poder econômico e uso indevido dos meios de comunicação social nas eleições.

A ação não afetará Ricardo de Aquino Salles como ministro, mas poderá ser uma pedra no sapato de sua carreira política. A PRE pede não só a cassação do registro ou diploma de Salles, o que impediria assumir como suplente, caso o deputado eleitoral precise sair do cargo, como que seja decretada sua inelegibilidade pelo período de oito anos.

Ainda de acordo com o Ministério Público, Salles, sob a presidência do “Movimento Endireita Brasil”, contratou anúncios publicitários no jornal Estado de S. Paulo às vésperas do período eleitoral. O Ministério Público aponta que o objetivo das propagandas foi promover ilegalmente a sua candidatura.

Nos anúncios são exibidas fotografias com destaque para a figura de Ricardo Salles, acompanhadas da identificação ou assinatura “Ricardo Salles – Presidente do Movimento Endireita Brasil”. O valor desembolsado para a veiculação do material impresso foi de R$ 260.000,00.

O procedimento preparatório eleitoral foi instaurado na PRE em 26 de junho de 2018. Na tarde desta terça-feira (11), a Procuradoria Regional Eleitoral em São Paulo ajuizou ação no Tribunal Regional Eleitoral.

*Com informações da Assessoria de Comunicação Social da Procuradoria Regional da República.

 

Leia Também 

Futuro ministro do Meio Ambiente diz que faltam informações sobre desmatamento

Fundador do Endireita Brasil, Ricardo Salles é o novo ministro do Meio Ambiente

Bolsonaro admite ser difícil escolher novo ministro do Meio Ambiente

 

 

  • Daniele Bragança

    É repórter especializada na cobertura de legislação e política ambiental. Formada em jornalismo pela Universidade do Estado d...

Leia também

Notícias
5 de dezembro de 2018

Bolsonaro admite ser difícil escolher novo ministro do Meio Ambiente

“Estamos procurando aquele que melhor se adapte àquilo que eu quero”, afirma Bolsonaro, sobre indefinição quanto ao ocupante da pasta

Notícias
9 de dezembro de 2018

Fundador do Endireita Brasil, Ricardo Salles é o novo ministro do Meio Ambiente

Presidente eleito bateu o martelo neste domingo (09). Escolhido é ex-secretário de Meio Ambiente de São Paulo e responde a processo por improbidade administrativa

Notícias
10 de dezembro de 2018

Futuro ministro do Meio Ambiente diz que faltam informações sobre desmatamento

“Os dados são muito genéricos, não se sabe se esse desmatamento está ocorrendo em unidade de conservação, em terra indígena”, afirmou Ricardo de Aquino Salles

Mais de ((o))eco

Deixe uma resposta